arquitetura de microsserviços

Arquitetura de microsserviços: como transformar sistemas grandes em partes menores?

A arquitetura de microsserviços representa uma abordagem organizacional no desenvolvimento de software, em que o sistema é composto por diversos serviços independentes que se comunicam por meio de APIs bem definidas. Inclusive, essas funções podem ser gerenciadas por equipes pequenas e autossuficientes, trazendo maior produtividade para a empresa.  Por que Leia mais…

O que é aprisionamento tecnológico e por que é tão ruim?

Com o advento de tecnologias emergentes, como Software como Serviço (SaaS) e computação em nuvem, os fornecedores que empregam estratégias de aprisionamento tecnológico se tornaram uma das principais preocupações dos gestores que adotam esses serviços. Nessas situações, um provedor específico vincula um cliente aos seus produtos ou serviços, tornando-o incapaz Leia mais…

Engenharia reversa de software: em quais cenários pode ser usada?

A engenharia reversa de software é um processo que consiste na análise e identificação do funcionamento de um determinado sistema. O objetivo é ampliar a capacidade de interpretação e alcançar insights para eventualmente solucionar falhas e defeitos do software. Atualmente, a engenharia reversa apresenta inúmeras possibilidades de utilização, nos mais Leia mais…

aceleração digital

Veja como funciona o processo de aceleração digital nas empresas

Simplificar a jornada digital da sua organização não será suficiente para alcançar os resultados e a competitividade necessários para mantê-la no mercado diante das inovações tecnológicas. Portanto, conhecer e saber como utilizar a aceleração digital ao seu favor torna-se essencial nesse contexto. Para ter uma ideia, inovações como serviços em Leia mais…

ia generativa

IA generativa: confira suas principais aplicações

A Inteligência Artificial Generativa (IA Generativa) é uma vertente inovadora da IA que tem despertado grande interesse em diversos setores. Surgindo como uma evolução das técnicas de aprendizado profundo (Deep Learning), ela utiliza modelos como as Redes Neurais Generativas Adversariais (GANs) e os Transformadores Generativos Pré-treinados (GPT) para criar conteúdo Leia mais…

security by design

Security by design: como aplicar esse conceito?

As dinâmicas das interações sociais, comerciais e profissionais estão cada vez mais influenciadas pela tecnologia. Nesse ambiente, especialmente impulsionado pela crescente adoção de modelos de trabalho híbridos, a importância da segurança da informação se torna ainda mais evidente e crítica. Para enfrentar com sucesso esse desafio em constante evolução, surge Leia mais…