A tecnologia dominou o mundo dos negócios e trouxe mudanças significativas no modo de as empresas atuarem. Assim, a gestão de TI se tornou uma peça essencial em todos os tipos de organizações. Consequentemente, a figura do profissional de TI também ganhou um papel de destaque no mercado.

Entretanto, não é porque a demanda é grande que esses profissionais não precisam se preocupar em elevar o nível das suas habilidades para trilhar o caminho do sucesso na profissão. Você sabe o que é preciso para se tornar um líder de TI requisitado?

Acompanhe neste post as competências que vão transformá-lo em um profissional supervalorizado e por que é fundamental investir nos estudos de maneira contínua. Siga a leitura e confira!

Qual a importância de estar em constante desenvolvimento para fazer uma gestão de TI eficiente?

A gestão de TI é a área responsável por gerenciar a implementação de sistemas automatizados e ferramentas tecnológicas que tragam vantagens competitivas às companhias. Por se tratar de um segmento que se desenvolve de maneira acelerada, os profissionais de TI devem estar alinhados com todas as mudanças para atuarem com excelência.

Nesse sentido, o colaborador que tem amplo conhecimento de tudo que se passa no mercado identifica com maior precisão as necessidades da empresa, bem como os efeitos que tais inovações podem causar nos seus resultados. Afinal, nem tudo que funciona para um negócio será eficiente para outro.

Quais as principais características que o gestor de TI deve ter para suprir as demandas atuais?

O perfil do gestor moderno, também denominado de liderança 4.0, tem como aspecto fundamental o desejo de causar impacto e deixar um legado para as pessoas. Dessa forma, ao contrário do líder 3.0, que focava os produtos, atualmente ele trabalha com o objetivo de proporcionar a melhor experiência para os usuários.

Mais do que simplesmente vender itens de qualidade, esses gestores identificam lacunas no mercado e apresentam soluções para esses problemas. Trata-se da propagação de novos valores e ideias. Abaixo, acompanhe algumas qualidades específicas.

1. Desejar uma aprendizagem contínua

A busca por aprendizado contínuo é uma característica marcante do bom profissional. Tudo no mercado evolui, passa por aprimoramento e, para as tecnologias em especial, a modificação ocorre em uma velocidade ainda mais intensa. Portanto, um gestor de TI que deseja alcançar alta performance deve investir na aquisição de conhecimento ao longo de toda a sua carreira.

O desenvolvimento contínuo das habilidades intelectuais representa um dos pilares para que a concorrência não deixe você para trás. Isso vale para aptidões — técnicas, negociais e comportamentais. O segredo do sucesso é nunca se acomodar ou pensar que já sabe o bastante.

2. Ser um bom comunicador e gestor de pessoas

A comunicação interna tem um papel decisivo no bom desempenho das equipes e no alcance das metas traçadas pela diretoria. Mas, para que esse diálogo tenha fluidez e produza os efeitos esperados, isto é, seja transmitido de forma clara e objetiva aos colaboradores, é preciso que o líder tenha desenvoltura para transmitir informações de maneira segura e convincente.

O trabalho no setor de TI é essencialmente colaborativo. Então, se quem está no comando não consegue dialogar de maneira eficiente, o direcionamento dos trabalhos, a delegação de tarefas, enfim, a gestão de pessoas não será bem-sucedida.

3. Ser ágil na realização de diagnósticos

Devido à acirrada competitividade do mercado e a rapidez com que as tecnologias evoluem, as organizações dependem cada vez mais de respostas ágeis para os seus processos. Por esse motivo, cabe ao líder diagnosticar as carências internas dentro do menor tempo possível.

Isso porque não basta detectar falhas e colocar em prática as soluções certas: elas devem ser implementadas quanto antes para gerarem o mínimo de prejuízo. Lembre-se de que, quando o gestor constata um problema e consegue superá-lo rapidamente, os liderados depositam maior confiança em suas instruções e tendem produzir melhor.

Ademais, essa perspectiva também vale para a identificação de tendências — se as inovações são implementadas antes da concorrência, a empresa ganha destaque no mercado.

4. Saber ouvir os membros da equipe

Ouvir o que os colaboradores têm a dizer demonstra a maturidade e preparo de um grande líder. O gestor moderno tem a consciência de que, apesar de toda a sua competência, ele sempre terá algo a aprender com os outros profissionais, e essa troca de conhecimento também surge a partir das interações com a sua equipe.

O verdadeiro líder não se sente ameaçado em dar espaço para que os seus funcionários também manifestem suas ideias. Ao contrário, ele sabe usar dessa oportunidade para somar forças e identificar novos insights que possam ajudar no crescimento da empresa. Na gestão de TI, a realidade não é diferente.

Em um departamento de tecnologia, todas as ações devem estar muito claras e bem definidas, o que naturalmente exige um diálogo saudável, com a troca de feedbacks entre os seus membros e coordenadores. A mentalidade aberta de quem ocupa níveis hierárquicos superiores faz com que os demais talentos se sintam valorizados, e um grupo motivado consegue desempenhar com excelência todos os projetos.

5. Ter capacidade de entender o negócio

Embora haja inúmeras tecnologias disponíveis no mercado, são as características de cada negócio que determinam se elas têm chance de produzir os efeitos esperados ou não. Nesse sentido, o gestor de TI que conhece as reais necessidades da empresa consegue propor e ajustar as melhores soluções de todas as áreas.

O conhecimento aprofundado do perfil da companhia permite uma reação ágil em momentos críticos, e também será muito importante para facilitar a integração entre setores — os processos tecnológicos apresentam uma linguagem muito própria, e ter um panorama completo de tudo que se passa na empresa impulsiona a comunicação do TI com as demais áreas.

Aperfeiçoar o domínio sobre a sua formação profissional é a receita para continuar obtendo sucesso em um mercado tão competitivo. No que diz respeito à gestão de TI, embora chegar ao topo da carreira e se manter entre os melhores players do mercado seja uma missão árdua, ao seguir os pontos mencionados, a conquista dos objetivos virá naturalmente.

Gostou das dicas? Viu como o sucesso pessoal ou de um empreendimento depende de um processo de aprimoramento contínuo? Então, que tal continuar exercitando a sua mente e aprender como otimizar a gestão de equipes aplicando Scrum?

Categorias: Tecnologia

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *