Powered by Rock Convert

Nos últimos anos, o avanço da tecnologia vem permitindo o uso de ferramentas que antes imaginávamos apenas em narrativas e filmes de ficção científica.

A rápida evolução tecnológica já é uma realidade e permite que empresas de todos os segmentos e tamanhos continuem competitivas em seus mercados de atuação.

Entretanto, isso depende de como cada empreendimento irá colocar a tecnologia a seu favor.

É necessário compreender o funcionamento de cada nova possibilidade e, principalmente, buscar a melhor forma de implementar as melhorias.

Sendo assim, é importante que os empreendedores conheçam estas 5 tecnologias que devem impactar os negócios em 2020.

A famosa tecnologia 5G

Uma das inovações que podem revolucionar a operação de empresas de diversos setores é a tecnologia 5G.

A quinta geração de internet móvel promete aumento de velocidade e outras vantagens, que podem ser bastante úteis para o serviço de transcrição de informações em eventos, por exemplo.

Assim como outras diversas atividades que demandam o compartilhamento de dados ou conteúdos em nuvem.

O 5G pode possibilitar uma internet até 20 vezes mais rápida, competindo com os serviços de banda larga e Wi-Fi fixo, com uma grande estabilidade como diferencial.

Com conexão mais confiável e fluida, os impactos podem ser intensos nas empresas que optarem por acompanhar esta tecnologia.

Para se ter uma ideia, uma empresa de portaria virtual pode ter custos reduzidos, produtividade impulsionada e uma migração de informações para nuvem mais rápida e segura. Outras vantagens são:

  • Velocidade acima de 1 Gbps;
  • Latência com menor tempo de resposta;
  • Maior capacidade de conexões simultâneas para pessoas, aplicações e dispositivos;
  • Confiabilidade: reduzindo riscos de queda de sinal ou conectividade;
  • Flexibilidade: permitindo combinações de infraestrutura de transmissão de dados;
  • Otimização da experiência dos clientes, melhorando o atendimento.

Contudo, o principal impacto do 5G nas empresas de diversos tipos tende a ser o impulsionamento do uso da “Internet das Coisas”.

Até porque a rapidez e eficiência podem permitir a conexão entre diferentes dispositivos nos ambientes de trabalho, sem nenhum “gargalo” na montagem de painéis elétricos ou outras atividades.

Desta forma, a tendência é que o 5G permita o controle das ferramentas de uma maneira mais prática, remota e inteligente.

Em conjunto com a Internet das Coisas, o 5G pode facilitar a descoberta de problemas de produção ou falhas nos sistemas, facilitando os reparos e diminuindo prejuízos.

Internet das coisas

Internet das Coisas (ou IOT, sigla para o termo Internet of Things, em inglês) é uma tecnologia que ganha cada vez mais destaque e já se faz presente na rotina de muitas pessoas.

Definida de uma maneira prática, a Internet das Coisas é o uso de uma rede de comunicação, conectando aparelhos e dispositivos do dia a dia e possibilitando a transferência de informações entre eles de forma eficiente.

Atualmente, esta rede não precisa necessariamente ser a internet, também pode ser uma rede local, e é possível que em um futuro breve ela seja baseada no 5G.

Muitas pessoas já utilizam a Internet das Coisas em seus relógios, equipamentos fitness, aparelhos domésticos, e há uma série de utensílios com acesso à web e suas infinitas possibilidades.

Já no mundo dos negócios, a conexão pode favorecer a coleta de diversas informações que antes não eram possíveis ou dependiam de muito esforço para serem coletadas.

Uma fábrica de sacos de papel pode utilizar os dispositivos inteligentes para melhorar o controle de qualidade das produções ou até identificar o perfil dos consumidores de uma maneira mais simples, usando câmeras com sensores, por exemplo.

As informações podem ser úteis auxiliando com um planejamento mais direcionado para as ações empresariais.

A Internet das Coisas pode acrescentar muito mais praticidade com a automação e o comando de atividades, resultando em ganhos significativos de produtividade.

Contudo, é válido lembrar sobre a necessidade de:

  • Investir em infraestrutura para o processamento das informações;
  • Melhorar a performance, controlando a produtividade e a gestão das atividades;
  • Assegurar-se, evitando o vazamento de informações confidenciais;
  • Consultar bons profissionais de TI (Tecnologia da Informação).

A conclusão é que esta Internet deve ser considerada para o crescimento e posicionamento de empresas em diversos segmentos, como uma especializada em impressão em adesivo, agregando mais qualidade e precisão aos processos de produção e venda.

No entanto, a tecnologia demanda bastante planejamento e organização, para uma adaptação favorável aos negócios.

Realidade virtual

A realidade virtual é uma tendência que proporciona experiências diferenciadas aos consumidores. Trata-se de uma tecnologia que permite a visualização em 360º de um ambiente virtual, graças a um sistema computacional.

É necessário utilizar equipamentos com display estereoscópico (como óculos VR e fones de ouvido) para a percepção dos efeitos sonoros e visuais.

Além da visualização, os ambientes podem permitir a interação com os usuários, com efeitos táteis, jogos e outras dinâmicas.

A ideia por trás da realidade virtual nos negócios é a possibilidade de oferecer uma experiência mais completa às pessoas, criando situações em que elas são imersas em uma nova realidade, sem interferências externas.

Portanto, a tecnologia pode ser aproveitada em:

  • Treinamentos: promovendo uma experiência mais realista em diversas situações;
  • Prototipações: criando protótipos de produtos mais reais e interativos;
  • Estabelecimento de um canal de comunicação;
  • Venda de produtos: promovendo a interação na compra online;
  • Produtos tecnológicos, como games, óculos e fones.

É importante lembrar que cada tipo de negócio pode empregar a tecnologia segundo as suas necessidades e projetos.

Na prestação de serviços de manutenção preventiva predial, a realidade virtual pode servir para facilitar a conferência da situação dos imóveis, por exemplo.

Neste sentido, a melhor forma de desenvolver um projeto de realidade virtual é com a procura por uma empresa especializada para a realização de um projeto que atenda ao empreendimento.

Impressão 3D

As impressões se fazem presentes em praticamente todos os tipos de negócios. São importantes desde a materialização dos projetos empresariais para a visualização e estudo, até a impressão de cupons fiscais com impressora ECF.

Entretanto, a tendência da impressão 3D pode revolucionar não só uma grande diversidade de negócios, como também sociedades inteiras, com impactos econômicos e culturais.

O diferencial está na possibilidade de produzir itens personalizados e exclusivos, sob demanda, em materiais de diferentes naturezas.

As impressoras 3D são equipamentos especializados que prometem imprimir qualquer tipo de objeto, a partir da leitura de um arquivo com formato especial, para impressão em três dimensões.

Trata-se de uma invenção da década de 1980, na época focada na solidificação de resinas e confecção de partes plásticas dispensando a necessidade de manuseio de moldes.

Contudo, atualmente as técnicas de impressão 3D passam por muitos avanços, com novos métodos e menores custos de produção, principalmente.

Essa evolução é bastante importante para que a impressão 3D se torne uma realidade viável para empresas e consumidores finais.

Segurança das informações

O tema da segurança das informações é cada vez mais relevante na atualidade, com o avanço das tecnologias que geram e analisam uma quantidade crescente de dados, visando o desenvolvimento das atividades, como é o caso da Internet das Coisas.

Por outro lado, o cenário econômico atual valoriza cada vez mais as informações dos usuários, o que faz com que as empresas precisem assumir uma postura firme com relação a este assunto.

Tal segurança é como uma garantia de que nenhuma outra empresa ou pessoa terá acesso a dados privados coletados pelos empreendimentos.

As informações podem ser referentes aos processos internos, parceiros ou clientes na consultoria em segurança do trabalho SP, ou outros tipos de serviços, por exemplo.

Basicamente, a segurança das informações está pautada na identificação e eliminação de vulnerabilidades de armazenamento de dados, em redes desprotegidas, sem backup.

Assim como fraquezas de infraestrutura, com ferramentas ineficientes ou precisando de manutenção. Fragilidades de comunicação, troca de dados confidenciais em sistemas desprotegidos. indefensibilidades de pessoas, compartilhamento de dados na falta de conscientização.

A segurança da informação ajuda a evitar prejuízos como as perdas financeiras, crises na imagem das empresas e até mesmo a insatisfação dos clientes e problemas de motivação dos colaboradores.

Além disso, promove uma otimização dos processos, melhora a comunicação e faz com que as empresas desenvolvam um diferencial competitivo, com elevado valor agregado em produtos ou serviços.

Tecnologia 2020: impacto em diversos setores

Ao final, o investimento em tecnologias pode revolucionar os negócios de diferentes setores, principalmente por meio da valorização das atividades ou produtos oferecidos, de acordo com as necessidades do público.

Um empreendimento que está sempre atualizado de acordo com as tendências de seu mercado de atuação, atento aos feedbacks dos clientes; procurando formas de melhorar os processos com a tecnologia, tem mais chances de se destacar e crescer.

Este texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, que apresenta centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Categorias: Artigos

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *