Com a transformação digital tomando conta das empresas em todos os setores, a possibilidade de ter uma equipe trabalhando remotamente é uma solução para ganhar em produtividade, eficiência e qualidade de entrega.

Você está precisando desse tipo de ganho para consolidar sua empresa no mercado? Se esse é o caso, listamos 9 práticas para gerenciar uma equipe remota. Que tal começar a se planejar agora?

1. Faça um planejamento para encarar esse desafio

Na hora de adotar qualquer estratégia nova de trabalho, ainda mais quando envolve uma equipe, o primeiro passo é sempre gastar um bom tempo no planejamento antes da execução.

No caso de desenvolvimento remoto, esse é um desafio ainda maior, que precisa de um líder focado e preparado para lidar com qualquer problema que surja em comunicação, produtividade e alinhamento.

Portanto, defina todos os passos dessa implementação antes de começar o trabalho remoto. O ideal é que você se prepare para resolver os 8 itens abaixo antes mesmo de colocar o novo modelo de trabalho em prática.

2. Utilize metodologias que favoreçam o trabalho assíncrono

Comece definindo qual metodologia governará os processos produtivos dentro da equipe. Como o trabalho será feito de forma assíncrona (isto é, cada integrante realiza suas funções sem precisar estar na mesma página dos outros), esse planejamento deve permitir que todo o processo seja quebrado em etapas individuais, mais maleáveis e que possam ser encaixadas como em um quebra-cabeças.

O Scrum é a metodologia mais utilizada nesse modelo de desenvolvimento, sendo uma boa saída para resolver o seu gerenciamento. Nele, a equipe define um backlog de atividades a serem feitas e organiza cada etapa em sprints.

Com um acompanhamento compartilhado de tudo o que está sendo feito (chamado de gráfico de burndown), todos os integrantes da equipe conseguem realizar seu trabalho de forma independente, mas, ainda assim, terem uma noção de tudo o que está acontecendo para atingir o objetivo final.

3. Defina e cobre resultados ao gerenciar uma equipe remota

Seu gerenciamento de um projeto remoto só será eficiente se você tiver essa capacidade de definir pequenos e grandes objetivos, além de alinhar sua equipe e manter o bom andamento das tarefas.

O bom líder é aquele que define resultados alcançáveis e ousados ao mesmo tempo. Também é o tipo de pessoa que consegue inspirar sua equipe a alcançá-los, em vez de ficar no pé de todos os integrantes exigindo uma entrega.

Até porque é difícil fazer esse tipo de cobrança quando não se tem os colaboradores presencialmente em horário integral. O trabalho remoto gera muito mais liberdade, e a responsabilidade é dividida entre todos os membros da equipe. Se você tem esse perfil mais controlador e centralizador, é hora de repensar sua forma de liderança.

4. Foque em comunicação

O sucesso de uma equipe remota está na comunicação; por isso, você precisa adotar um novo estilo de gerenciamento se ainda não está acostumado a isso.

É aqui que chegamos aos principais desafios e oportunidades dessa estratégia. O seu papel é estar sempre em contato com os funcionários para vencer as barreiras da distância física. É por meio de uma boa comunicação que a equipe conseguirá se alinhar, sincronizar a produção e compartilhar informações importantes.

Durante seu planejamento, portanto, a comunicação é a principal prioridade. Nos próximos tópicos, vamos destrinchar o significado disso para que você se torne um gestor melhor.

5. Adapte estilos de trabalho

Sem ter todo mundo na mesma sala durante o trabalho, o responsável pela equipe não pode centralizar a cobrança por resultados e o planejamento de metas para o próximo sprint.

Dentro de um grupo multidisciplinar, existe todo tipo de pessoa. Algumas precisam de um acompanhamento mais próximo e buscam mais o aconselhamento do líder, enquanto outras preferem ter mais independência em suas funções.

Seu papel é reconhecer esses perfis e adaptar a estratégia remota de acordo com o material humano em suas mãos. Crie subgrupos com mais afinidade de trabalho e tente delegar o máximo de decisões possível. Quanto mais pulverizada for a produtividade no seu time, mais rápido você vai conseguir os resultados que espera.

6. Priorize sempre os integrantes remotos

Todos os integrantes estão dentro do escritório exceto um? Então, parta para a videoconferência. Mesmo que não pareça tão prático, incluir os funcionários remotos em todas as discussões é essencial para não haver ruídos no desenvolvimento.

As reuniões são importantíssimas no alinhamento à distância, porque evitam retrabalho e perda de tempo com discussões sobre algo que já foi definido.

7. Evite informações desencontradas

A comunicação efetiva é importante porque gera transparência em todo o processo. Informações desencontradas não apenas diminuem a produtividade, como também causam atritos desnecessários entre funcionários ou núcleos de desenvolvimento.

Por isso, é fundamental ter uma forma de compartilhar em tempo real todas as informações sobre o processo, em uma documentação aberta, mensagens entre integrantes e gráficos de produtividade disponíveis para todos.

Ainda que cada pessoa trabalhe por conta própria, estão todos caminhando em direção ao mesmo objetivo. Cabe a você lembrá-los sempre de que são um time.

8. Utilize ferramentas específicas para comunicação remota

A melhor forma de conseguir essa transparência é apostando em ferramentas de comunicação. Seja para troca de mensagens, visualização do Scrum ou compartilhamento de trabalho, você precisa de apoio tecnológico para gerenciar sua equipe remota.

Atualmente, existem grandes soluções comunicativas voltadas para a produtividade empresarial. O Slack e o Trello são exemplos disso: essas ferramentas variam de acordo com a metodologia que você escolheu e o estilo preferido de colaboração entre os integrantes.

9. Utilize plataformas de desenvolvimento

Você consegue extrair ainda mais produtividade se o planejamento e a comunicação estiverem atrelados a uma plataforma de desenvolvimento com recursos colaborativos, utilização de nuvem e outras ferramentas que apoiem o trabalho a distância.

Isso porque o ideal em processos desse tipo é que o gestor e líder de equipe esteja preocupado com a definição de metas e a realização do melhor trabalho no melhor tempo, sem ter que desperdiçar esforços tentando montar uma estrutura por trás do que realmente importa: o desenvolvimento do seu produto ou serviço.

Ou seja, apesar dos desafios, gerenciar uma equipe remota é uma estratégia eficiente e que pode proporcionar a vantagem de mercado de que você precisa agora, sem grandes investimentos ou reformulações na empresa.

O que você está esperando para implementar esse modelo de trabalho? Comece já a discutir com outros desenvolvedores na sua equipe e planejar os próximos passos para o sucesso.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o em suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso às dicas!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *