A tecnologia em nuvem tem sido cada vez mais utilizada por pessoas físicas e jurídicas. Os principais motivos para isso envolvem os benefícios proporcionados, como a integração das informações, redução de custos com infraestrutura, escalabilidade ao utilizar os serviços etc.

Diante disso, é natural que a tecnologia em nuvem evolua e surjam tendências para aprimorar o seu uso. Tudo isso foi intensificado durante a pandemia da COVID-19, em que as pessoas ficaram mais dependentes do meio digital e/ou perceberam a relevância desse espaço. 

Então, quer entender mais sobre a evolução da tecnologia em nuvem? Continue a leitura e conheça algumas das principais tendências surgidas e suas formas de uso!

Humanização da nuvem

O crescente uso desse tipo de serviço e de outros voltados para a internet torna necessário o aprimoramento da nuvem. Um deles foi a humanização, para que não apenas profissionais especializados consigam operar tais sistemas.

Em outras palavras, leigos quando o assunto é o uso de tecnologia, podem operá-lo sem grandes dificuldades e obter seus benefícios.

Aumento do armazenamento

À medida que a quantidade de informações disponíveis para operações de um negócio se eleva, a capacidade de armazenamento na nuvem também deve ser aumentada. 

Logo, diante do crescente uso do meio digital, foi necessário otimizar o armazenamento, para que as empresas consigam utilizar essa tecnologia e ter experiências satisfatórias.

Powered by Rock Convert

Ampliação do uso de nuvens híbridas

Outra tendência que ganha cada vez mais força é a de nuvens híbridas, em que as informações podem ficar armazenadas de forma privada e/ou pública. A decisão depende dos critérios de cada um, mas o recomendado é que dados sensíveis sejam mais restritos.

Ao contar com essa funcionalidade, as corporações conseguem ter uma maior organização das informações. Isso ocorre principalmente porque a definição dos dados mais relevantes e que devem ser restritos passam pela decisão de uma auditoria. 

Internet de Tudo (IoE)

O IoE é um conceito similar ao da Internet das Coisas, no entanto ele é ainda mais abrangente. Nesse caso, ele pode substituir o conceito citado. Afinal, no IoE a comunicação de máquinas, pessoas e procedimentos é praticamente ilimitada. 

Logo, se torna mais prático otimizar o controle e o gerenciamento das operações dentro de uma empresa. Para isso se tornar possível, é necessário contar com a tecnologia em nuvem, que garante a coleta, processamento e organização das informações.

Foco maior em segurança

De acordo com pesquisas da Kaspersky, o Brasil é líder em ataques de ransomware em 2020, o que foi impulsionado pelo regime home office de boa parte das empresas brasileiras. Logo, a tendência da tecnologia em nuvem é intensificar cada vez mais a segurança dos dados. Isso inclui o controle de acesso, gerenciamento de dados etc.

Seja qual for a tendência de tecnologia em nuvem que a sua empresa adote, é fundamental se adequar a LGDP, que corresponde ao conjunto de novas leis de desenvolvimento para atuação nesse meio. Quem não se adequar, pode sofrer penalizações e perder o diferencial competitivo, diante da concorrência.

Então, o nosso post foi útil para o seu conhecimento no assunto? Aproveite a visita para curtir nossa página no Facebook e acompanhar nossas novas postagens! 

tendendias desenvolvimento softwarePowered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *