A adoção da metodologia Scrum está se tornando comum em várias empresas. Mas, ao adotar a metodologia ágil (ou Agile Development), muitos negócios têm dificuldade de compreender a diferença entre Product Backlog e Sprint Backlog.

Saber como essas duas etapas se intercalam e levam à entrega do produto é algo crítico. Afinal de contas, esse conhecimento permite ao empreendedor estruturar escolhas de forma mais inteligente e capaz de atingir os resultados esperados em médio e longo prazo.

Neste artigo, vamos fazer um mergulho em cada um dos conceitos e também apontar as diferenças mais significativas entre eles. Após a leitura, ficará bem mais fácil saber o que é uma coisa e o que é outra, conceitualmente e também na prática.

Para isso, vamos nos basear nas definições contidas no EXIN Agile Scrum Foundation Workbook, que é hoje uma das publicações mais respeitadas sobre o assunto em nível global. Continue lendo para entender!

O que é Scrum, a metodologia que trabalha com os conceitos de Product e Sprint Backlog?

A mais popular das metodologias ágeis, o Scrum concentra-se principalmente no gerenciamento de tarefas em ambientes de desenvolvimento em equipe. É um sistema bastante simples de implementar e que pode auxiliar uma empresa a solucionar diversos desafios de gestão que fazem parte do dia a dia de equipes de desenvolvimento.

De acordo com essa metodologia, o desenvolvimento de softwares deve ser trabalhado em três níveis: Sprint, Release e Product. Dessa maneira, os requisitos são transformados em uma lista que contém os valores do cliente — o Product Backlog. Em seguida, é criado um subconjunto dessa lista — o Release Backlog — e ele, por sua vez, é particionado novamente para dar origem ao Sprint.

Para quem o Scrum é indicado?

O Scrum é especialmente indicado como uma metodologia eficiente para gerir projetos com muitas variáveis e com pouca previsibilidade de futuro. Também por isso é bastante usado em projetos de manutenção de soluções.

Nesses cenários, ter agilidade e um processo de mudanças bem estruturado é essencial. Com o Scrum, a empresa pode otimizar as suas rotinas, implementar soluções com agilidade e garantir que a entrega de resultados seja feita de modo contínuo e dentro dos prazos de seus clientes.

O que é Product Backlog?

Product Backlog, ou Backlog do Produto, é uma lista ordenada de tudo o que é necessário para chegar ao produto final de um projeto de desenvolvimento de software. Em outras palavras, são as “coisas” que devem ser desenvolvidas para chegar àquilo que foi acordado entre todos os envolvidos no projeto — quase uma “lista de desejos”.

No Product Backlog, todos os itens são descritos em linguagem simples, não técnica e de negócios. Eles devem ser apresentados ​​a todos os interessados (desenvolvedores, clientes, patrocinadores do projeto, usuários etc.) para evitar conflitos, problemas de alinhamento de expectativas e insatisfações.

Cada requisito e cada mudança no projeto serão refletidos no Product Backlog, que está sempre mudando e melhorando dinamicamente. O time de desenvolvimento espera até que esteja completo antes de começar a entregar os itens. O primeiro Sprint pode ser iniciado assim que o Product Backlog tiver definido histórias suficientes.

Como os itens do Product Backlog são organizados?

Os itens de Backlog de Produto são ordenados com base no valor comercial. Essa priorização deve ser feita de forma que, quanto maior for um item, mais cedo ele será entregue pela equipe de desenvolvimento.

Como os itens localizados na parte superior serão entregues mais cedo, eles também serão mais detalhados e claros quando comparados aos itens inferiores. Assim, a companhia pode ter um projeto de desenvolvimento mais inteligente e capaz de gerar maior satisfação.

As tarefas de Backlog do Produto também têm uma estimativa de trabalho, que é realizada exclusivamente pelo time de desenvolvimento. Elas são usadas ​​em comparação com a capacidade da equipe em um único Sprint, a fim de determinar o número de itens que serão selecionados para esse determinado Sprint.

A equipe Scrum deve adicionar detalhes e estimativas e encomendar os itens de Backlog do Produto durante todo o projeto. Essa rotina é chamada de “preparação do Backlog”, e isso não deve consumir mais do que 10% do tempo dos envolvidos no projeto.

Também é importante saber que o Product Backlog é criado com base na discussão, e não na documentação. É por isso que os itens devem ser de fácil entendimento para as partes interessadas não técnicas.

Às vezes, várias equipes trabalham em um mesmo projeto. O Backlog é uma representação do escopo do produto final, portanto, deve ser apenas um, não importa quantas equipes estejam envolvidas.

O que é Sprint Backlog?

O Sprint Backlog é um tempo predeterminado que define o ciclo de desenvolvimento de um software — não do software inteiro, mas daquele “pedaço”. O Sprint Backlog é criado durante o Sprint Planning, que é o primeiro evento em um Sprint.

Durante o planejamento Sprint, a equipe Scrum colabora na criação do Sprint Backlog, que consiste, basicamente, no seguinte:

  • uma série de itens selecionados do topo do Backlog do Produto, com base na estimativa de trabalho e capacidade da equipe de desenvolvimento;
  • o Sprint Goal, que ajudará a descrever o verdadeiro significado dos itens e direcionar os esforços da equipe de desenvolvimento;
  • um plano detalhado para a entrega dos itens e a realização do objetivo do Sprint. Esse plano detalhado continuará a ser atualizado durante o Sprint.

Os itens no Sprint Backlog são congelados após o Sprint Planning, e a equipe de desenvolvimento se concentrará em entregar um incremento de “realizado” com base nesse plano.

Os itens (histórias de usuários) no Sprint Backlog não podem ser adicionados ou removidos durante o Sprint. No entanto, pode ser necessário obter mais informações, justificar ou limpar alguns dos itens durante o Sprint, o que deve ser feito na presença do Product Owner (proprietário do produto).

O plano detalhado, que normalmente não está concluído no fim do planejamento do Sprint, continuará a ser atualizado à medida que o Sprint prossegue. Em casos excepcionais, quando todos os itens são feitos antes do fim do Sprint, a equipe de desenvolvimento pode escolher o próximo item do Backlog do Produto e começar a trabalhar com ele durante o restante do Sprint.

Quais são as diferenças entre Product Backlog e Sprint Backlog?

Bem, agora que já definimos os conceitos, podemos delimitar quais são as diferenças mais significativas entre Product Backlog e Sprint Backlog. Dessa forma, fica mais fácil para o negócio se organizar e ter um projeto de alta qualidade.

Entre as principais diferenças entre o Sprint e o Product Backlog, é possível apontar:

  • o Sprint Backlog é um subconjunto do Backlog do Produto;
  • o Product Backlog se refere ao produto completo, pronto. Já o Sprint Backlog diz respeito ao período que foi determinado;
  • o Backlog do Produto pode ser revisado semanalmente, enquanto o Backlog Sprint precisa ser revisado diariamente;
  • o Sprint Backlog usa horas para estimar tarefas em vez de pontos de história;
  • o proprietário do produto mantém o mesmo Product Backlog para todo o projeto, enquanto a equipe de desenvolvimento cria um novo Sprint Backlog para cada novo Sprint.

Em suma, a principal diferença entre o Backlog do Produto e o do Sprint é que uma lista de recursos (lista de desejos) não é o mesmo que um ciclo de desenvolvimento do tipo time-box (lista de tarefas). Sem o Product Backlog, não há tarefas a serem realizadas em um Sprint Backlog. Portanto, o Sprint Backlog depende inteiramente do Product Backlog para existir.

Por que usar metodologias ágeis?

A adoção de metodologias ágeis como o Scrum pode trazer uma série de impactos positivos para a empresa. Além da maior facilidade para entregar resultados, o negócio poderá otimizar os fluxos de trabalho, reduzir os erros e ter mais facilidade para lidar com mudanças em projetos.

Confira a seguir os três maiores benefícios das metodologias ágeis!

Transparência

As metodologias ágeis colocam times e clientes em contato constante. Isso torna todas as decisões mais transparentes e alinhadas por toda a equipe.

Para os envolvidos no projeto, isso é um fator estratégico. O nível de satisfação ao final de cada etapa é ampliado e, ao mesmo tempo, há mais confiabilidade nas decisões tomadas.

Adaptabilidade

O Scrum permite que times fiquem mais preparados para lidar com mudanças. Como no cenário atual os projetos podem mudar a qualquer momento, isso é algo muito importante: a companhia não terá dificuldades para alterar o projeto e, consequentemente, será mais fácil manter prazos e economizar recursos.

Agilidade na entrega de resultados

A estrutura do Scrum torna projetos mais ágeis e produtivos. Isso reduz o tempo necessário para a empresa conseguir o retorno sobre o seu investimento. Ao mesmo tempo, facilita a entrega de resultados.

As metodologias ágeis trouxeram uma grande mudança para o ambiente de desenvolvimento de sistemas. Hoje, há a exigência do mercado para que empresas tenham uma estrutura ágil, dinâmica, flexível e integrada. Tudo para que a entrega de produtos seja feita em prazos curtos e com a possibilidade de mudanças serem solicitadas a qualquer momento.

Nesse cenário, conhecer uma metodologia como o Scrum pode ser a peça-chave para o sucesso dos projetos de uma empresa.

As bases dessa metodologia, como é o caso do Product Backlog e do Sprint Backlog, permitem que gestores organizem um fluxo de trabalho de alta performance, em que os profissionais podem aproveitar melhor os recursos disponíveis, ter um planejamento eficiente e, assim, maximizar a satisfação de consumidores.

E aí, conseguiu entender a diferença entre Product Backlog e Sprint Backlog? Para receber mais artigos como este em primeira mão no seu e-mail, assine agora mesmo a nossa newsletter!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *