Já ouviu falar em Business Intelligence (BI)? Também conhecido como inteligência de negócios, trata-se de um conjunto de sistemas e ferramentas que usa a tecnologia com o intuito de auxiliar a tomada de decisões de uma forma mais estratégica. 

Um dos principais objetivos do BI é transformar um grande volume de informações em insumos relevantes e até visuais para a gestão do negócio e das equipes de TI. Isso é feito por meio da coleta, organização e análise dos dados gerados.

Para saber mais sobre o conceito, seus benefícios e como efetuar sua aplicação na prática, continue a leitura deste post!

O que é Business Intelligence?

De uma forma um pouco mais detalhada, Business Intelligence (BI) é o nome dado à coleta de dados, bem como à organização de todas as informações geradas para análise e monitoramento constante. O objetivo disso é promover insights para uma melhor tomada de decisões sobre investimentos, oportunidades de novos negócios, entre outros benefícios.

Ao contrário do que muitos pensam, BI não é uma ferramenta, mas um conjunto de processos combinados ao uso de softwares. A partir dessa união, todos os dados coletados passam por um filtro, que separa tudo que for relevante para o negócio. Funciona por meio de três pilares:

  1. Coleta de Dados: é a primeira etapa do processo, que reúne tudo o que acontece no negócio (produtividade, oportunidades, gargalos, reputação no mercado etc.);
  2. Organização e Análise: com as informações coletadas, entra a fase de organizar o banco de dados de uma forma mais visual, com o auxílio de ferramentas;
  3. Ação e Monitoramento: por último, é a vez da tomada de decisões com base no banco formado e do acompanhamento constante dos resultados.

De acordo com projeções da consultoria Gartner, o BI, também chamado de Inteligência Empresarial, deve movimentar US$22,8 bilhões em 2020. Isso se deve principalmente ao seu papel estratégico nas organizações de entregar a informação certa para a pessoa certa na hora mais propícia.

Que cuidados tomar para uma aplicação estratégica?

Ao adotar novos processos, alguns erros podem acontecer durante a fase de adaptação. Isso é normal em todas as mudanças e não seria diferente com a aplicação do Business Intelligence. O mais comum é achar que tudo está em pleno funcionamento, quando na verdade todas as áreas podem buscar melhorias contínuas.

É diante do cruzamento dos dados coletados que você poderá avaliar os insights mais relevantes e as possibilidades de aprimoramento. Um dos maiores cuidados em uma aplicação de caráter estratégico é a gestão de riscos, em especial na área de TI

Por meio do BI, é importante listar os principais fatores, a probabilidade de acontecerem e o impacto para o negócio. Depois disso, classifique-os por áreas (financeiro, jurídico etc.) e faça uma relação de ações preventivas e corretivas.

Powered by Rock Convert

Quais são os benefícios do Business Intelligence?

Hoje em dia, tudo é movido à base de dados. Afinal, é a forma mais inteligente de fazer gestão, elevar o desempenho de uma equipe ou potencializar os resultados do negócio. É também o meio mais seguro, já que, com o Business Intelligence, você conta com dados para embasar todas as decisões mais importantes. Veja mais benefícios:

  • a junção de dados e evidências leva a decisões mais estratégicas;
  • o processo organizado com a ajuda de softwares facilita o compartilhamento das informações, que vão dar suporte à gestão;
  • a análise pode ser feita em tempo real e com navegação rápida, permitindo a identificação de riscos para ajustes e oportunidades de negócios;
  • a descoberta de tendências de consumo e mudanças de comportamento;
  • a otimização do tempo em prol de respostas mais rápidas às demandas do mercado.

Com o BI, também é possível quantificar o relacionamento com fornecedores e clientes, já que as informações estão sempre à mão. Além disso, a visão macro permite a projeção de insights e a definição de indicadores para a melhoria de processos internos.

Outra grande vantagem de contar com o Business Intelligence é a possibilidade de customizar indicadores, dashboards de dados e relatórios, a fim de atender as necessidades únicas de cada negócio. Por isso, o processo é tão importante para o planejamento estratégico, dando mais velocidade às decisões e otimizando as operações.

Por fim, mais um benefício que pode ser listado aqui é a possibilidade de acessar os dados e os relatórios de forma visual. O banco de dados formado pelo BI permite a criação de gráficos, que agilizam o poder da decisão estratégica.

Como aplicar o BI na prática?

Depois de entender o conceito, fica muito mais fácil aplicá-lo na prática, não é mesmo? Para isso, existem três passos básicos que vão guiar a implementação do Business Intelligence de forma estratégica dentro do ambiente corporativo.

Preze pela qualidade das informações 

Para que um plano funcione em sua plenitude, manter a qualidade é essencial. Portanto, todos os dados coletados devem ter fácil interpretação e acessibilidade. Além disso, é pertinente também levar em conta o local onde eles serão armazenados. Priorize infraestrutura de qualidade, crie regras de acesso e invista em uma boa governança de dados. 

Defina os objetivos do negócio com clareza

Ter objetivos bem definidos e alinhados com o planejamento do negócio também é fundamental para aplicar o Business Intelligence de forma estratégica. Por isso, trace os pontos fortes e fracos, o que precisa de ajustes e o que é um modelo e aonde você quer chegar (resultados). Assim, torna-se bem mais fácil guiar as decisões e o caminho a seguir.

Faça todos os ajustes necessários

Todos os processos precisam de melhorias contínuas e, com o BI, será possível identificar os gargalos, bem como gerar novas oportunidades. Em outras palavras, fazer os devidos ajustes sempre que necessário cria uma vantagem competitiva para manter o negócio sustentável, além de otimizar a rotina de trabalho. 

Com os avanços da transformação digital, trabalhar com dados é essencial para quem deseja se guiar no mercado de um jeito mais estratégico e inteligente. Portanto, o Business Intelligence é a base para orientar a tomada de decisões e ainda manter todos os dados relevantes para o negócio de forma organizada, com fácil acesso e por meio da gestão de riscos e compliance.

O que achou do conteúdo? Assine nossa newsletter e fique por dentro das principais novidades do mercado.

tendendias desenvolvimento softwarePowered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *