A equipe técnica do Cronapp está continuamente trabalhando para garantir novas funcionalidades e aprimoramentos para que você, que utiliza nossa plataforma, consiga ter uma excelente experiência ao programar e desenvolver aplicações de alta performance. O nosso objetivo é ajudar sua equipe e empresa a criarem produtos cada vez melhores.

Por isso, novidades não param de surgir. Nos últimos dias, passamos a contar com um novo ambiente de publicação de serviços cloud, diretamente a partir de nossa IDE; atualizamos o Cronapp com o Java 11; criamos novas opções para geração de war, deploy e debug; reformulamos nossa tela de configuração de banco de dados; e fizemos muito mais.

A seguir, você confere as principais atualizações realizadas recentemente na versão 2.2.1 do Cronapp:

 

1. Atualização para o Java 11.

 

2. Cloud Services.

Novo ambiente de publicação de serviços cloud, diretamente a partir da IDE. É uma facilidade que abstrai toda a complexidade de levar aplicações a um ambiente de produção na nuvem, com alta disponibilidade. O ambiente é 100% Docker, com proxy frontal Nginx, configurações de SSL, compactação etc. A cobrança é feita por unidades de hora e somente é taxada quando o usuário estiver utilizando a funcionalidade (pay as you go):

  • Aplicações: deploys com instância única ou com múltiplas instâncias em ambiente com balanceamento de cargas e com SSL para aplicações Low-Code, Java, Node e Python;

cronapp

  • Domínios: possibilidade de criação de domínios e seus respectivos conjuntos de registros (NS, CNAME etc);
  • Certificados SSL: possibilidade de criar certificados SSL do Let’s Encrypt e da Amazon e associá-los a aplicações;
  • Bancos de dados: possibilidade de criar bancos de dados MySQL, PostgreSQL, Oracle e SQL Server em quase todas as versões disponíveis;
  • Backups: pode-se programar backups diários e administrá-los por meio de um gerenciador;
  • Armazenamento: possibilidade de criar e gerenciar locais para armazenamento de arquivos na nuvem e usá-los para servir arquivos ou sites estáticos (exemplo: imagem de um cadastro ou um hotsite de um produto);

cronapp

  • Agendamento: pode-se agendar para ligar, desligar ou excluir aplicações e bancos de dados, a fim de gerar economia na publicação. Por exemplo, um sistema que não tem acesso durante a madrugada pode ter um agendamento para ser desligado toda noite;
  • Permissões: é possível dar permissão para outros contratos e usuários do Cronapp;
  • Acesso remoto a todas as instâncias de uma aplicação por meio de um cliente SSH da IDE;
  • Logs completos: acesso a todos os logs da aplicação e Docker;
  • Monitoramento por meio de diversos gráficos.

3. Nova funcionalidade de seleção de perfis de conexão: Ao gerar war, deploy ou debug, podemos agora selecionar o perfil (exemplo: produção ou desenvolvimento).

 

4. Novas opções ao gerar war, deploy ou debug:

  • Perfil (desenvolvimento, produção e outros);
  • Tipo de geração (atualizar tabelas, recriar tabelas ou nenhum);
  • Auto popular;
  • Embutir dados de conexão.

cronapp

5. Diversos alertas sobre uso indevido de tipo de geração (exemplo: recriar tabelas).

 

6. Suporte completo à definição de time zones. É possível criar configuração para fixar time zones, a fim de resolver problemas com sistemas antigos.

cronapp

7. Ícone de push: agora, é possível modificar ícone do push.

 

8. Tela de configuração de banco de dados: reformulada a tela, para facilitar o gerenciamento das conexões. É possível listar os bancos/esquemas de um servidor de banco de dados.

cronapp

9. Espelhamento de área de trabalho: pode-se passar um link de espelhamento para outro usuário, a fim de facilitar suporte e colaboração. O link espelha o projeto em que o usuário está logado no momento para esta segunda pessoa.

 

10. Nova propriedade que permite que inputs sejam transformados em maiúsculos ou minúsculos.

 

11. Novo estilo que pode definir qualquer texto como maiúsculo ou minúsculo.

 

12. Reformulação geral do sistema de bilhetagem do Cronapp, a fim de incorporar a bilhetagem dos cloud services e mostrar custos dos consumos parciais de recursos.

 

13. Novo layout da página de acesso.

 

14. Reformulação na geração de artefatos war, apk e zip (iOS), para solicitar informações como perfil e URL de back-end antes de gerar.

 

15. Novas funções e wizards para controlar transação nos projetos criados pelo Cronapp.

 

16. Melhoria nas telas de internacionalização para diferenciar servidor, web e mobile.

 

17. Suporte a novos tipos de autenticação:

  • LDAP;
  • WSO2;
  • Active Directory.

18. Suporte à definição de tempo de vida do token de autenticação.

 

19. Novas funções para obter parâmetro do sistema e obtenção de perfil de sistema.

 

20. Suporte a iOS 12 e novas dimensões de tela de iOS e Android.

 

21. Suporte à mudança de string de conexão com banco sem perda das informações do wizard.

 

22. Suporte à criação de esquema/banco a partir da tela de configuração de banco de dados.

 

23. Suporte a desabilitar cache na tela de geração de camada de persistência (para bancos que são alimentados por mais de um sistema).

 

24. Tradução de tipos de dados do diagrama para o idioma selecionado.

 

25. Suporte a novos valores padrões no diagrama:

  • Data Atual.

26. Uso de Timestamp (data com fuso) no banco, como opção padrão para datas.

 

27. Novo componente Chat.

 

28. Novas opções na Grade:

  • Permitir salvar em lote;
  • Seleção múltipla de linhas.

29. Novas opções no combo:

  • Modificar texto.

30. Novas funções para bloco de programação.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *