Powered by Rock Convert

Você sabe como aplicar o open innovation no seu negócio? Essa pergunta é bastante pertinente porque, em um mercado competitivo, os processos inovadores são essenciais para as organizações. Afinal, eles possibilitam que as empresas cresçam, ganhem autoridade, se destaquem no mercado e se diferenciem dos concorrentes.

Considerando a importância desse tema, explicaremos detalhadamente neste post o que é o open innovation e quais os benefícios da prática, além de fornecermos dicas que vão ajudar você a implementar a prática no seu empreendimento. Continue a leitura!

O que é o open innovation?

Antes de explicarmos o conceito, é importante mencionarmos qual é a origem dessa expressão. Ela vem do inglês e, traduzida para o nosso idioma, significa “inovação aberta”. O termo nasceu na Universidade de Berkeley, localizada no estado norte-americano da Califórnia, e foi cunhado por Henry Chesbrough, professor e ex-gerente de uma companhia do setor de tecnologia no Vale do Silício.

Inicialmente, a intenção por trás do open innovation era reduzir a distância entre os conteúdos aprendidos nas universidades e a gestão prática. Chesbrough percebeu que, apesar de o conhecimento ser disseminado de forma mais rápida, as empresas mantinham um modelo de inovação fechado e tradicional. Para ele, as empresas deveriam adotar a inovação focada em colaboração, pois essa prática ajudaria a garantir resultados mais efetivos.

Dessa maneira, o open innovation se preocupa com a forma com que os fluxos de disseminação de conhecimento ocorrem nas organizações e como isso pode otimizar a inovação interna. Como consequência, a inovação externa também seria afetada.

Quais são os benefícios dessa prática?

O open innovation ajuda as organizações a obterem novas ideias, que podem ter diversas utilidades. Entre elas estão o desenvolvimento de melhorias nos produtos ou serviços, a melhor comunicação entre os profissionais e maiores rentabilidades e lucros para a empresa.

Como implementar o open innovation no seu negócio?

De início, o conceito pode parecer um pouco distante para as organizações. No entanto, com a adoção de algumas práticas, é possível implementar o open innovation no seu negócio. Saiba como a seguir!

1. Organize hackathons

Esse termo é composto pela mistura das palavras “hack” e “marathon” e, em tradução livre para o português, significa uma maratona de programação. Ela pode movimentar todo o segmento tecnológico de uma companhia ou funcionários de outras áreas da organização.

Por serem de áreas diferentes, esses profissionais apresentam conhecimentos e experiências distintas. Esse ambiente de intercâmbio de ideias é bastante favorável para o desenvolvimento de ideias inovadoras.

2. Invista na cocriação

A cocriação acontece quando sua empresa convida pessoas externas (podem ser, por exemplo, clientes, fornecedores, admiradores etc.) para contribuir na melhoria ou mesmo propor ideias inovadoras no desenvolvimento dos produtos ou serviços.

O open innovation é um conceito fundamental para as empresas, pois proporciona que as organizações gerem novas ideias e, assim, possam aprimorar os seus produtos ou serviços. Considerando os benefícios abordados, vale muito a pena implementar essa prática no seu negócio.

Este post sobre o open innovation foi útil para você? Então, assine a nossa newsletter e receba mais artigos sobre tecnologia e inovação em primeira mão no seu e-mail.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *