metodologias ágeisPowered by Rock Convert

A proteção e segurança de dados tornou-se uma preocupação recorrente no mundo corporativo. Se um sistema sofre invasão, por exemplo, a companhia pode ter prejuízos incalculáveis, culminando até mesmo na sua falência. Dito isso, o Data Loss Prevention (DLP) surge para prover recursos adicionais de proteção e segurança, de modo a evitar extravios e acessos indevidos de dados.

Ao longo deste texto, explicaremos o conceito e o funcionamento do Data Loss Prevention. Além disso, falaremos sobre algumas razões que tornam essa solução de grande importância dentro do ambiente corporativo. Ficou interessado em se aprofundar nesse tema? Então continue a leitura do nosso artigo até o fim!

O que é Data Loss Prevention?

Também conhecido por prevenção contra perda de dados, o Data Loss Prevention consiste em produtos e práticas com foco em resolver problemas internos de segurança de uma organização.

Em outras palavras, o objetivo do DLP é evitar que acessos mal-intencionados não sejam feitos nos sistemas da empresa, bem como realizar o bloqueio de informações para que não saiam da rede corporativa.

Acompanhe as subseções a seguir e conheça os três principais tipos de DLP.

Network DLP

O Network DLP é responsável por monitorar, rastrear e gerar relatórios sobre os dados que transitam na rede da empresa. Além disso, ele diz para onde as informações estão indo, bem como as pessoas que estão acessando. Tudo é salvo em um banco de dados. O DLP é integrado aos pontos em que os dados saem da rede da companhia.

Storage DLP

O Storage DLP é bastante útil na hora de controlar aqueles dados que são salvos na nuvem. Tudo aquilo que for considerado confidencial é de conhecimento dos profissionais responsáveis pela rede, pois a ferramenta permite a visualização desses arquivos. Desse modo, os potenciais riscos passam a ser identificados e anulados.

Endpoint DLP

O uso de dispositivos removíveis — pen drives, por exemplo — é bastante recorrente no meio corporativo. No entanto, o mau manuseio pode trazer problemas sérios, como o vazamento de informações.

É justamente esta a função de um Endpoint DLP: todos os equipamentos usados na empresa recebem a instalação dessa solução, que realiza o monitoramento e impede que dados sensíveis sejam vazados para fora da rede da companhia.

Qual a importância do Data Loss Prevention?

Muitas violações de dados já ocorreram em empresas. Vale também salientar que, embora os problemas de segurança internos sejam menos frequentes do que os externos, em compensação os custos costumam ser maiores.

Além de lidar com o controle de acessos internos, a tendência é que os criminosos virtuais se tornem cada vez mais sofisticados em suas técnicas de invasão e sequestro de dados, o que aumenta a necessidade de usar uma solução DLP.

Powered by Rock Convert

Como o Data Loss Prevention funciona na prática?

Para facilitar o entendimento sobre o funcionamento do Data Loss Prevention, é preciso entender que os dados a serem monitorados estão dispostos de três maneiras:

  • uso;
  • movimento;
  • repouso.

No primeiro caso, eles estão localizados em memória RAM, cache ou em registros de CPU. O segundo consiste em informações que transitam na rede e o terceiro representa informações que estão armazenadas em bancos de dados ou sistemas de arquivos, por exemplo. Veja os tópicos seguintes para entender melhor sobre as principais funcionalidades de um DLP.

Proteção de dados

Não é de se admirar que as empresas precisem administrar e resguardar grandes bases de dados, referentes, por exemplo, a clientes, fornecedores, volume de vendas e presença nos meios digitais.

O advento da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) fez com que as organizações passassem a ter um cuidado ainda maior com as suas informações, de modo a evitar multas e outras formas de ônus.

Proteção de propriedade intelectual

A propriedade intelectual assegura que os segredos comerciais das empresas não caiam nas mãos de concorrentes nem de indivíduos criminosos. As técnicas e softwares DLP atuam, portanto, mitigando o risco de essas informações chegarem ao conhecimento de pessoas que podem pedir, por um exemplo, um alto valor para o resgate.

Visibilidade de dados

A computação em nuvem pode fazer com que o processo de bloquear dados seja algo complexo. Isso porque esse procedimento requer que se saiba não só a localização dos dados, mas também a forma como eles estão se movimentando. Nesse sentido, o DLP ajuda a equipe responsável pela rede a ter uma visão sistêmica acerca dos dados da empresa.

O DLP funciona com base em técnicas que têm por função localizar dados que precisem de proteção ou que sejam sensíveis. Alguns desses procedimentos são:

  • correspondência exata de dados ou identificação digital do banco de dados;
  • correspondência exata de arquivos, que é feita por meio de um hash;
  • correspondência parcial de documentos, que é feita com base em padrões definidos;
  • análise estatística, que pode ser feita com auxílio do Machine Learning ou aprendizado de máquina.

Outra técnica que merece destaque é a correspondência baseada em regras ou expressões regulares, que utiliza padrões que servem para a localização dos dados. Se o DLP encontra, por exemplo, uma informação de onze dígitos, ele vai deduzir que se trata de um CPF. É feita a marcação do documento para que a análise seja feita posteriormente.

Quais os benefícios do Data Loss Prevention?

De acordo com o que vimos até agora, é de se pensar que a adoção do DLP traga diversos ganhos ao negócio. Entre os principais deles, podemos citar:

  • proteção mais elevada para dados confidenciais em aplicativos e armazenamento em nuvem;
  • governança corporativa automatizada;
  • maior vantagem competitiva;
  • proteção contra ameaças de IoT e BYOD (Bring Your Own Device), que consiste em o colaborador levar um dispositivo pessoal para usar no ambiente de trabalho, como um notebook;
  • prevenção quanto ao uso indevido de dados, tanto internos como externos à rede corporativa.

O Data Loss Prevention (DLP) provê recursos adicionais de proteção e segurança de modo a evitar extravios e acessos indevidos de dados. Para adotar esse tipo de solução, contratar uma empresa especializada faz toda a diferença. Nós, da Techne, temos o Cronapp, uma plataforma robusta que pode lidar de forma eficiente com questões referentes à proteção e segurança da informação.

Gostou do artigo e deseja conhecer melhor o Cronapp? Entre em contato conosco agora mesmo e fale com um de nossos especialistas!

TI estratégicaPowered by Rock Convert

Anne Coifman

Anne Coifman

Eu sou Jornalista de formação e atuo com Marketing Digital, focada em produção de conteúdo. Apaixonada por leitura, a curiosidade faz parte do meu DNA e a sede por aprendizado constante corre em minhas veias! A área de TI é ampla, possui conteúdos dinâmicos e impactantes que me atraem a cada momento, despertando o interesse em compartilhar as novidades. Espero que gostem dos conteúdos que preparamos para vocês!

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *