O cinema está entre os seus meios preferidos de entretenimento? Dedicar uma noite do fim de semana a uma maratona de filmes e séries é algo comum em sua vida? Está buscando por grandes filmes sobre tecnologia por amar esse tema? Saiba que chegou ao conteúdo certo!

A tecnologia é um assunto bastante abordado na sétima arte. Entre filmes e documentários, hoje podemos conhecer várias histórias, fatos importantes, ensinamentos valiosos, entre outros elementos que atraem profissionais da área — sobretudo os mais entusiastas.

Fora isso, as produções cinematográficas do gênero, quando não focam em contextos históricos, nos concedem uma visão de como seria o mundo se muitas das tendências tecnológicas se confirmassem, nos levando à reflexão dos efeitos que elas podem trazer, como acontece nos episódios da série Black Mirror.

Sem mais delongas, que tal embarcarmos nesse universo com as melhores obras do estilo? Confira, neste conteúdo, 7 filmes sobre tecnologia para incluir nas suas próximas maratonas!

1. Trilogia Matrix

A mensagem “estamos vivendo na matrix” soa familiar para você? Bom, deixando de lado as teorias da conspiração, a trilogia cinematográfica “Matrix” nos leva a compreender o significado disso tudo e, inevitavelmente (ou quase), a refletir acerca do que, de fato, acreditamos ser a realidade.

Lançado em 1999 (2002 e 2003, posteriormente, com as sequências Reloaded e “Revolutions”, o filme nos mostra a sociedade de uma perspectiva diferente. Nela, vivemos num universo virtual, criado por um falso deus que nos controla por meio de um complexo sistema de software.

Dentro do ambiente manipulado pelo Arquiteto, um programador chamado Thomas A. Anderson (interpretado por Keanu Reeves) desperta para a realidade com a ajuda de Morpheus (Laurence Fishburne), um habitante da única cidade humana que restou, Zion, e inicia uma longa jornada em busca de respostas.

2. Piratas do Vale do Silício

Aproveitando que falamos sobre a sociedade, você já parou para pensar na relação entre consumidores de produtos da Apple e da Microsoft e pessoas que conhecem a polêmica história que envolve essas duas gigantes do mercado de tecnologia? O filme “Piratas do Vale do Silício” está aí para nos deixar a par de tudo que aconteceu no início dos anos 70.

Naquela época, no Vale do Silício, a programação de software era encarada por muitos como uma arte. Para Steve Jobs, mais do que arte, aquilo representava a quebra de várias barreiras que separavam a computação das pessoas — os computadores ainda eram restritos a corporações, universidades e organizações militares.

Quando começou a lançar os seus primeiros computadores pessoais com seu amigo Steve Wozniak, o nome de Jobs passou a ficar bastante conhecido na região, a ponto de ficar no radar do jovem e ambicioso Bill Gates. Quer saber o desenrolar da história? Não queremos dar spoiler, assista ao filme!

3. O Jogo da Imitação

Seguindo a linha de filmes sobre tecnologia voltados a momentos importantes da história da computação, apresentamos O “Jogo da Imitação”. Trata-se de um longa “obrigatório” àqueles que atuam (ou pretendem atuar) na área de Segurança da Informação, visto que ele narra o surgimento de conceitos fundamentais, como criptografia e decodificação.

O enredo do filme se passa na Segunda Guerra Mundial. Durante o terrível evento, o matemático americano Alan Turing desenvolveu um algoritmo capaz de interpretar mensagens oriundas de qualquer computador da época, não importando a sua origem de fabricação — no caso, as máquinas da Alemanha nazista eram o alvo dos Aliados.

Com a criação de Alan Turing, a inteligência americana conseguiu decodificar as mensagens criptografadas dos comandados de Hitler, o que deu a eles uma vantagem estratégica imensurável. Logo, podemos dizer que Turing foi o mais notável hacker ético (ethical hacker), antes mesmo da existência dessa prática.

4. Ela

Se, em meio às suas maratonas, o gênero drama não pode ficar de fora, eis a nossa sugestão: “Ela”. O filme esteve em cartaz nos cinemas brasileiros no fim de 2013, mas já é considerado indispensável para quem aprecia histórias reflexivas e condizentes com as tendências do ser humano.

O drama em questão se concentra em Theodore, um escritor solitário que compra um sistema operacional com recursos de inteligência artificial altamente avançados. Conforme o homem utiliza a máquina, ele começa a criar uma relação de afeto com o software (dublado por Scarlett Johansson) a ponto de se apaixonar por ele.

Esse relacionamento inusitado entre humano e máquina se baseia, evidentemente, na evolução da tecnologia. Atualmente, os robôs desempenham tarefas de atendimento (chatbot), por exemplo, utilizando-se apenas dos recursos de inteligência artificial e machine learning, ocupando cada vez mais espaço em nossas vidas.

5. Nós Roubamos Segredos: A História do WikiLeaks

A confidencialidade de informações sempre foi tratada como algo importante. Hoje em dia, ataques de ransomware têm feito muitas vítimas, principalmente no mundo corporativo, gerando a elas prejuízos morais e financeiros. Na esfera governamental, o sigilo das informações é ameaçado pelo WikiLeaks, organização liderada por Julian Assange.

No documentário “Nós Roubamos Segredos: A História do WikiLeaks”, uma série de atividades relevantes da organização é colocada diante de nós. Além disso, conhecemos o ponto de vista das instituições que trabalham arduamente para manter os dados protegidos do WikiLeaks.

Em suma, a reflexão que o documentário traz à tona é: informações que nos dizem respeito, direta ou indiretamente, devem ser de domínio público, ou todos os planos de alto sigilo dos governos precisam, de fato, permanecer às escuras?

6. Caçada Virtual

Em “Caçada Virtual”, o protagonista da vez se chama Kevin Mitnick, um hacker da vida real que tomou uma atitude na mesma linha do WikiLeaks: invadiu o sistema interno do FBI e acessou dados altamente sigilosos. Resultado? Kevin Mitnick se tornou um dos criminosos mais procurados na década de 90.

Contudo, para capturar Mitnick, era necessário caçá-lo no ambiente virtual, o que só podia ser feito por alguém tão capacitado quanto ele. Para isso, o FBI incumbiu o hacker japonês Tsutomu Shimomura.

Ao adicionar esses filmes sobre tecnologia à sua playlist, não há dúvidas de que, ao desligar a tela, você já terá se tornado uma pessoa ainda mais fascinada pela área e, também, inspirada a trazer inovações para o seu ambiente de trabalho.

Para estimular as suas ideias nesse sentido, veja a nossa lista com 10 podcasts sobre tecnologia e inovação que você precisa conhecer!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *