Uma das grandes tendências no mundo inovador de desenvolvimento de software é a utilização de ferramentas low-code (código baixo, em tradução livre) para programação.

As ferramentas low-code são baseadas no modelo de drag and drop (arrastar e soltar), que proporciona mais agilidade no momento de se desenvolver um projeto.

“O tempo investido pelos times de TI para criar software e aplicativos é quase 50% menor se comparado com metodologias tradicionais. O backlog das áreas de TI diminui drasticamente [com o avanço das plataformas low-code] e aumenta a satisfação das áreas envolvidas. Por outro lado, o engajamento das equipes é muito sólida porque são utilizadas metodologias ágeis”.

Cláudio Castillo, consultor do Cronapp

Neste artigo, listamos e comparamos 3 plataformas disponíveis no mercado. Continue a leitura!

Plataforma Low-Code: Entenda o conceito

Até recentemente, os desenvolvedores precisavam usar a lógica de programação de forma manual, com grande demanda de conhecimento técnico. Deste modo, não era possível criar um sistema sem conhecer linguagens de programação como Java, Phyton, C# etc.

Contudo, este cenário se transformou com o surgimento das plataformas low-code, que permitem mais agilidade e simplicidade no desenvolvimento de softwares. A programação pode ser realizada com o mínimo possível de códigos envolvidos e de forma muito mais visual.

“Estudos mostram que no mercado americano, em 2016, eram investidos 3,2 bilhões de dólares [na tecnologia low-code] e que, para 2022, este valor será de 27,2 bilhões de dólares, compondo um crescimento anual de 44,5% . Os mercados brasileiro e latino-americano certamente acompanharão esta tendência”, afirma o consultor do Cronapp, Claudio Castillo.

De acordo com dados publicados por consultorias como ItForum e Gartner, até 2024, mais de 65% das aplicações serão low-code. Haverá um crescimento médio de 40% ao ano.

Conheça 3 ferramentas low-code

1- Cronapp

 Plataforma 100% brasileira que possibilita o desenvolvimento em nuvem e não requer um computador de alto desempenho para programar.

Também é possível escolher um ambiente de desenvolvimento on-premise. Neste caso, a ferramenta é instalada diretamente nas máquinas da empresa que contrata o serviço.

 O Cronapp apresenta blocos de programação pré-configurados, que permitem a criação de aplicativos e sistemas com os modos de desenvolvimento low-code e high-code. Possui templates personalizáveis, modelagem visual e geração automática de código, que aceleram o desenvolvimento.

No modo high-code, é possível escolher com quais linguagens programar, dentre as disponíveis: Java, Phyton, Node, entre outras. No modo low-code, o profissional conta com uma interface visual, baseada no desenvolvimento em bloco.

A ideia é que, em vez de focar na lógica de programação ao criar um projeto, você possa se concentrar no negócio.

A construção de apps para mobile também é facilitada, já que a ferramenta possui um ambiente completo para o desenvolvimento mobile, com simulação em diferentes dispositivos.

Powered by Rock Convert

Outras vantagens:

  • Melhoria contínua da gestão e do controle de métodos;
  • Transparência em todas as etapas da atividade;
  • Maior controle administrativo;
  • Aumento de produtividade;
  • Redução de custos
  • Automação de processos;
  • Geração de evidências.

2 – OutSystems

A plataforma OutSystems foi criada para ajudar o programador a criar aplicativos com mais rapidez e realizar alterações de forma fácil. Os aplicativos mobile são gerados para IOS e Android (código nativo).

Com a interface do usuário de arrastar e soltar, é possível construir telas, fluxos lógicos, conexão com banco e consumir serviços REST/SOAP e SAP.

A ferramenta é aberta, baseada em padrões e também possui a implantação de clique único, em que o usuário entrega o aplicativo e o atualiza com um clique.

3- Mendix

A plataforma Mendix é baseada no desenvolvimento de software orientado a modelos.

Voltada ao desenvolvimento low-code, a ferramenta permite que a programação seja feita de forma intuitiva e com a colaboração integrada.

Os aplicativos são multicanais, ou seja, o programador os cria uma vez e executa em qualquer lugar, sem a necessidade de ferramentas e bases de código.

A arquitetura é nativa em nuvem e o tempo de entrega também é valorizado.

Comparativo entre ferramentas Low-Code

Ferramentas Low-Code: Desenvolva com o Cronapp!

O Cronapp fornece uma arquitetura MVC, RESTful, com suporte a internacionalização e sensível a fusos horários.

A plataforma apresenta também um chat nativo, para que o usuário possa interagir com outras pessoas e a nossa equipe.

“Além da vantagem da velocidade e a metodologia agile, os times de TI encontram uma plataforma que vai além do low-code, disponibilizando uma IDE de desenvolvimento que aproveita os diversos perfis existentes nas equipes de TI, sem aprisionamento tecnológico (lock-in), com atendimento em português e que foi criada para focar no negócio, dando liberdade para atender, através da tecnologia, todas as necessidades indispensáveis para o crescimento das empresas”, finaliza Cláudio Castillo.

tendendias desenvolvimento softwarePowered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *