Você já ouviu falar em Management 3.0? Esse método pode trazer muitas consequências positivas para a produtividade de sua equipe. No entanto, como ele funciona? O que precisa ser feito para implementá-lo?

Com o objetivo de solucionar essas e outras dúvidas frequentes sobre o tema, preparamos este conteúdo. Ao longo do texto, você entenderá quais são suas principais características. Aproveite as informações para melhorar seus resultados!

O que é Management 3.0?

Termo cada vez mais difundido no universo corporativo, o Management 3.0 é um conceito criado pelo autor holandês Jurgen Appelo. Sua popularidade recente se deve ao lançamento do livro “Management 3.0: Leading Agile Developers, Developing Agile Leaders”, no ano de 2010.

Na prática, ele pode ser entendido como um método ou modelo de gestão — não à toa, passou a ser bastante aplicado no contexto do desenvolvimento ágil, visto que tem como base algumas das metodologias utilizadas na área.

Sua ideia central consiste em transformar o modo com que os times se organizam e realizam as atividades no trabalho. O foco não é criar hierarquias complexas ou cargos diversos, mas priorizar a forma como as pessoas se comportam e interagem na execução do projeto.

Como o Management 3.0 funciona?

A partir desse modelo, as empresas podem repensar não só relações e processos, mas também a cultura como um todo. Além disso, é importante pontuar que ele não se restringe ao desenvolvimento de softwares ou sistemas, pois pode ser aplicado em organizações de diferentes setores e estruturas. Confira, a seguir, alguns de seus princípios mais relevantes!

Empodera pessoas

Para o Management 3.0, os recursos humanos são ativos centrais em qualquer empresa. Porém, para que os talentos tomem decisões rápidas e adequadas, é preciso fornecer bastante autonomia e liberdade, empoderando-os.

Powered by Rock Convert

Alinha restrições

A confusão em relação às prioridades e restrições pode comprometer a qualidade da entrega. Sendo assim, é imprescindível que limites e exigências estejam claros para todos os stakeholders.

Desenvolve habilidade

As equipes também devem se auto-organizar no sentido de desenvolver habilidades e aprimorar competências que possam contribuir com o projeto de alguma maneira.

Expande as estruturas

A expansão é uma meta de muitos negócios e, nesse método, não é diferente. Contudo, é preciso que o crescimento seja consciente, sem abrir mão da qualidade e da colaboração.

Como implementá-lo na rotina da empresa?

A implementação desse modelo em qualquer organização está associada ao engajamento dos colaboradores. Além disso, é necessário ter em mente que ele não é um framework pronto.

Por conta disso, não há como colocá-lo totalmente em prática no curto prazo. Como é uma maneira de refletir sobre a gestão, cabe aos líderes a missão de exercer os princípios listados no dia a dia. Sendo assim, umas das principais medidas para torná-lo real nas empresas é criar um cenário em que todos os envolvidos se sintam confortáveis para pensar, decidir e inovar.

É inegável que o Management 3.0 apresenta uma série de vantagens. Portanto, antes de adotá-lo em seu negócio, tente entender como tais características se relacionam e o que fazer para aproveitá-las da melhor maneira possível.

Gostou do conteúdo? Aproveite para deixar um comentário neste post e manifeste sua opinião!

Powered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *