Uma das formas de contar com o low code ou, ainda, com o no code, é para a criação do MVP. Mas você sabe o que é essa sigla e sua importância para a área de tecnologia?

Ele pode ser fundamental para conseguir diminuir imprevisibilidades e fornecer, de fato, um produto que esteja alinhado com as demandas e expectativas do seu público.

Será que a possibilidade de um MVP no code é o melhor para seu negócio? Vamos entender tudo que você precisa entender sobre o assunto neste artigo.

O que é um MVP e para o que serve?

MVP é a sigla para Minimum Viable Product (em português, “Mínimo Produto Viável”). Ele diz respeito a uma versão de uma solução que ainda não está finalizada, mas é disponibilizada para o público com as funcionalidades básicas.

A partir disso, é possível que os profissionais analisem quais são os pontos fortes e fracos e, a partir do retorno, identificar o que pode ser implementado, retirado, modificado, entre outros pontos.

O MVP permite, portanto:

  • testar se uma determinada ideia é viável;
  • analisar se a solução realmente resolve problema do consumidor;
  • reduz riscos de fatores imprevisíveis do mercado;
  • obter um feedback rápido antes do lançamento do produto finalizado;
  • identificar demandas que não estavam claras antes;
  • possibilitar aprimorar falhas existentes antes que o produto seja veiculado no mercado e evitar uma percepção ruim dos usuários;
  • gerar maior segurança tanto para o cliente quanto para os desenvolvedores.

O que é um MVP no code?

O MVP no code é aquele desenvolvido sem a necessidade de que profissionais digitem as linhas de código para gerar as funções, ou seja, não é preciso, necessariamente, ter um desenvolvedor que cumpra essa função para seu negócio.

Desta forma, até mesmo quem não conhece sobre programação pode criar um MVP, desde que tenha o conceito bem definido do que deseja realizar e, assim proporcionar tirar as suas ideias do papel sem precisar contar com conhecimento técnico mais profundo para isso.

Como criar um MVP no code?

Um MVP no code utiliza uma plataforma de no-code para que a empresa possa criar uma solução ou aplicação de forma intuitiva, sem precisar ter um especialista para codificar a solução para seu negócio.

Por meio da plataforma, você consegue desenhar e atribuir funções para o aplicativo ou solução, desde que estejam cadastrados na plataforma, e criar uma solução com maior agilidade.

Para um MVP, que será aperfeiçoado antes de estar finalizado, este processo pode ser mais interessante, pois economiza tempo e recursos quando há possibilidade, até mesmo, de talvez a ideia não vingar como gostaria.

Com ele, você pode arrastar os blocos para formar o desenho da sua aplicação de acordo com o conceito idealizado e a demanda e verificar se isso, de fato, atende as questões do seu público. Pode ser, até mesmo, um norte para auxiliar especialistas em uma nova fase para o aperfeiçoamento da solução.

Por que criar um MVP no code?

Ao investir na criação de um aplicativo ou solução, é comum que você esbarre, por exemplo, em questões financeiras: demanda-se tempo e recursos para isso. E isso pode inviabilizar o produto a ser oferecido logo de cara.

Por exemplo, uma aplicação pode demandar um tempo considerável para ser desenvolvida, demandando recursos financeiros e, ao ser lançado o MVP, descobrir que a proposta inicial não atende às demandas do público a ponto de não valer a pena o lançamento da forma como está.

Com o MVP no code, você consegue testar a demanda de uma aplicação com uma composição com as funcionalidades básicas desejadas. A partir do retorno do público, assim, seria possível identificar quais pontos devem ser acrescentados e proporcionar maior segurança para a solução criada.

Além disso, podemos pensar em outras vantagens, tais como veremos a seguir.

Realizar o MVP sem a demanda de especialistas

Para algo provisório, que será complementado e aperfeiçoado, trazer um especialista nesse momento pode ser um desperdício de recursos. Ao analisar o que pode ser alterado, retirado, entre outras possibilidades, é possível listar o que pode ser encaminhado para um especialista, se for o caso.

Assim, após o teste com o público, basta encontrar o que precisa ser refinado. Em alguns casos, as alterações podem ser feitas diretamente pela plataforma, que oferece todo o suporte para criar soluções já de forma completa, com todas as funções e a segurança adequada.

Ou, ainda, é possível posteriormente migrar para um formato low code, ou seja, o especialista apenas aperfeiçoa, por meio de codificação, aquilo que realmente é necessário nesse momento.

Disponibilizar uma visão da versão final para investidores

Muitas empresas e, principalmente, startups, contam com investimento de terceiros para viabilizar ideias que tenham que podem estar alinhadas com o core business ou, então, com ideias complementares que ajudarão a trazer maior sucesso para seu negócio. Para isso, é importante convencê-los que sua solução é, de fato, uma boa ideia.

Para isso, o MVP no code pode ser uma ótima oportunidade para obter o financiamento necessário. Com baixo custo, ágil, ele consegue apresentar ao que veio para a solução e, assim, proporcionar melhores chances de sucesso nessa captação.

Mostra maturidade da sua empresa sobre o mercado

O MVP pode ser uma oportunidade interessante de apresentar para o mercado, seja para investidores, eventuais parceiros ou, ainda, para o público em geral, de que a sua empresa tem uma visão madura sobre o mercado. Por meio de um bom MVP, é possível expressar um conceito que reflita isso para o mercado.

A criação de um MVP no code pode ser uma ótima oportunidade para trazer diversas vantagens para o desenvolvimento de soluções que podem ser adotadas pela sua empresa ou, ainda, comercializadas para terceiros. Por isso, não deixe de considerar essa questão e adote as plataformas tanto de no code quanto de low code para este fim.

E entender, também, a importância do MVP no desenvolvimento de software é fundamental para proporcionar maior sucesso para as empreitadas do seu negócio. Para compreender melhor o seu papel, confira um artigo sobre a importância do MVP no desenvolvimento de software e tire suas dúvidas.

Categorias:

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.