Nos últimos anos, uma nova forma de criar e distribuir sistemas surgiu. Para atender a um público que demanda mudanças constantes e atualizações entregues de modo contínuo, as metodologias de desenvolvimento ágil de software foram criadas.

Essa nova forma de criar aplicativos é pautada por times mais integrados e capazes de responder rapidamente a qualquer tipo de demanda. A criação de aplicativos passou a ser um processo flexível, com baixo nível de erros e mais inovação.

Quer saber mais sobre o tema? Então confira este post!

O que é o desenvolvimento ágil de software?

No mercado atual, as tendências são modificadas continuamente, o que exige que as empresas estejam sempre preparadas para integrar novos recursos aos seus sistemas. Nesse cenário, as metodologias ágeis surgiram como uma forma de atender a uma busca por sistemas que sejam atualizados rapidamente.

Em outras palavras, os métodos ágeis foram criados para dar mais produtividade e flexibilidade ao time de desenvolvimento de softwares. Com essa estratégia, a companhia mantém equipes mais integradas, com rotinas automatizadas e preparadas para lidar com mudanças nos requisitos.

Ao contrário dos métodos tradicionais, as metodologias ágeis contam com um alto nível de flexibilidade e comunicação com o cliente. Isso permite ao time realizar a entrega contínua de funcionalidades e ampliar o ritmo de criação da aplicação.

Que motivos levam empresas a adotarem o desenvolvimento ágil de software?

As empresas podem adotar o desenvolvimento ágil de softwares por vários motivos. Os principais são relacionados às melhorias que essa forma de criar aplicações traz para o ambiente corporativo. Confira algumas abaixo!

Mais satisfação de clientes

Quando os softwares são modificados continuamente, a empresa tem mais mecanismos para alinhar a aplicação com as demandas dos usuários. Dessa maneira, ela amplia o nível de satisfação dos clientes e, consequentemente, seu grau de fidelização.

Os feedbacks serão mais escutados e a empresa conseguirá implementar novas funcionalidades sempre que for necessário. Além disso, inovações e boas ideias serão integradas à aplicação, garantindo sua qualidade.

Possibilidade de simplificar processos de TI

Os métodos ágeis de desenvolvimento permitem a simplificação das atividades do time de desenvolvimento. Logo, as rotinas serão mais automatizadas, com menos gargalos e mais integração.

Isso permitirá que o negócio solucione problemas com agilidade. Além disso, por ter fluxos de trabalho com menos etapas, os erros serão menos frequentes, o que permitirá melhor aproveitamento de todos os recursos.

Mais agilidade para responder às demandas do mercado

A agilidade para responder às demandas do mercado também é um ganho que a empresa tem ao investir nas metodologias ágeis. Elas mudam completamente a cultura operacional da companhia, criando canais de comunicação direta com o cliente e, assim, garantindo que eles possam alinhar objetivos em prazos curtos. Dessa forma, a empresa será mais competitiva.

Times com maior autonomia

O desenvolvimento ágil de software tem como um de seus princípios a maior autonomia que deve ser dada aos times de programadores. Em outras palavras, a adoção dessa abordagem exige que a empresa tenha equipes capazes de realizar escolhas rapidamente, evitando atrasos.

Para que isso ocorra, no entanto, a empresa deve garantir que seus profissionais estejam treinados e com conhecimentos atualizados. Assim, eles serão capazes de realizar escolhas sem ter que sempre consultar um superior.

Aumento de competitividade

Quando o negócio investe no desenvolvimento ágil de software, ele também aumenta o grau de competitividade. A empresa poderá solucionar falhas com mais agilidade e, ao mesmo tempo, entregar demandas de usuários com prazos menores do que seus concorrentes.

Como consequência, a companhia terá sempre uma equipe capaz de prestar serviços de qualidade e que atendam às exigências dos clientes mais críticos.

Quais os valores e princípios do desenvolvimento ágil de software?

O Manifesto Ágil, documento que contém os valores e princípios dessa abordagem, foi criado em 2001 por um grupo composto por 17 profissionais. Nele, foram descritos quatro valores, que serão apresentados nas subseções a seguir.

Indivíduos e interações mais que processos

No entendimento dos 17 profissionais, desenvolver software envolve fortemente o elemento humano. Dessa forma, uma maior comunicação e interação entre clientes e desenvolvedores é algo que contribui para a resolução de problemas. Vale ainda salientar que esse valor não exclui os processos e as ferramentas — estas devem ser ainda utilizadas, mas de maneira simplificada.

Powered by Rock Convert

Software em funcionamento mais que documentação abrangente

Quando o cliente procura uma empresa desenvolvedora de software, ele quer acima de tudo um produto funcionando. Em projetos tradicionais, a documentação é algo muito utilizado e, segundo a abordagem ágil, ela pode atrapalhar o andamento de um projeto. Se o ato de documentar agregar valor, no entanto, ela pode ser inserida.

Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos

Em um projeto tradicional, cliente e empresa só conversam basicamente no início, que é o momento de levantar os requisitos, e ao final do desenvolvimento, na entrega do produto. Com a metodologia ágil, esse diálogo é feito constantemente, uma vez que pequenas partes do projeto são entregues para que o cliente dê seu feedback. Em outras palavras, as duas partes tomam decisões e colaboram em conjunto.

Responder a mudanças mais que seguir um plano

A metodologia ágil entende que o desenvolvimento de software é algo que envolve muitas incertezas. Por isso, não existe necessidade de as etapas acontecerem de forma engessada e sem a colaboração do cliente. Na prática, o projeto deve ser suscetível a adaptações.

Baseado nos quatro valores apresentados há pouco, o Manifesto Ágil apresenta uma relação de doze princípios, que são:

  1. Tem como maior prioridade a satisfação do cliente. Para isso, usa de entregas contínuas de pequenas partes do projeto e que contenham valor agregado;
  2. Equipe sempre aberta a mudanças nos requisitos do projeto, independentemente da etapa de desenvolvimento do software;
  3. Procura sempre entregar o software funcionando e no menor intervalo de tempo possível;
  4. Comunicação contínua entre cliente e equipe de desenvolvimento do projeto;
  5. Preza pela motivação contínua dos colaboradores da equipe;
  6. Conversa presencial, tanto entre os membros da equipe como com o cliente;
  7. A medida primária do progresso é o software funcionando;
  8. A equipe de desenvolvimento deve ter um ritmo constante de trabalho, de modo a mitigar o risco de atraso nas entregas do projeto e garantir a sustentabilidade;
  9. Preza por um bom design, excelência técnica e atenção, no intuito de maximizar a agilidade da equipe;
  10. Busca fazer o trabalho de maneira simples;
  11. Os times devem ser auto-organizáveis, o que significa na prática as melhores arquiteturas, designs e requisitos;
  12. Define intervalos regulares para que a equipe possa realizar parametrizações, no intuito de aprimorar algum procedimento que não contribuiu para a eficiência nas atividades referentes ao desenvolvimento do software.

É preciso, no entanto, ter alguns cuidados. O primeiro deles é com relação à implantação integral das metodologias ágeis. Se não houver disciplina na hora de implementar o desenvolvimento ágil, ele será mais prejudicial do que benéfico.

Outro cuidado diz respeito à terceirização. Uma vez que aumentará o contato da equipe com o cliente, deve-se observar se essa equipe externa conduzirá o processo corretamente. Ainda convém salientar que existem aplicações que são mais bem desenvolvidas com outras metodologias.

Como adotar o desenvolvimento ágil de software?

Logo de início, vale ressaltar que a adaptação a esse novo entendimento sobre desenvolver software não vem da noite para o dia, principalmente se a equipe está acostumada à metodologia tradicional, que é mais engessada e com pouca comunicação com o cliente.

Nesse sentido, é preciso mostrar aos colaboradores o quão o desenvolvimento ágil pode contribuir na obtenção de objetivos que antes talvez não fossem alcançados. Documentação e requisitos são importantes, desde que sejam necessários e agreguem valor ao projeto. A partir disso, é possível criar um novo jeito de pensar junto ao time.

Para adotar o desenvolvimento ágil de softwares, a empresa deve passar por várias mudanças. Veja algumas das principais abaixo!

Integre times

A integração é uma das formas de agilizar a criação de sistemas. Quando os times de testes, desenvolvimento e suporte trabalham lado a lado, conflitos se tornam menos frequentes e a inovação cresce. Assim, a empresa consegue ser mais produtiva e preparada para atuar em cenários de alta demanda.

Utilize as metodologias corretas

Para garantir o sucesso do seu investimento no desenvolvimento ágil de software, é fundamental escolher a metodologia adequada. Faça uma análise dos requisitos do projeto, avalie o perfil do usuário e, assim, opte por uma estratégia capaz de entregar bons resultados. Dessa forma, a empresa terá maior retorno sobre o investimento.

Invista na automação

A automação é uma das formas mais práticas de garantir a agilidade durante o desenvolvimento de sistemas. Ela pode ser aplicada na área de testes do código-fonte para rastrear erros e falhas de segurança. Assim, a empresa pode simular vários cenários rapidamente, evitando que problemas sejam encontrados.

Sempre busque feedbacks

Os feedbacks são fundamentais para a equipe alinhar as expectativas com os clientes. Portanto, a cada etapa da criação de um novo sistema, a empresa deve se reunir com os usuários e garantir que as funcionalidades estejam dentro do esperado. Dessa forma, será mais fácil assegurar um resultado de alta qualidade ao término da criação do sistema.

Conforme a transformação digital modifica o ambiente de negócios, as empresas identificam a necessidade de acelerar seus processos. Isso inclui as rotinas de criação de softwares, que agora devem contar com um fluxo de trabalho capaz de responder a demandas de usuários com rapidez e precisão.

Em outras palavras, hoje as empresas empregam rotinas de desenvolvimento em que a entrega de resultados é feita de modo contínuo. As mudanças são, em geral, incrementais e, assim, garantem que atualizações possam ser feitas, testadas e distribuídas em prazos mais curtos.

Tudo isso é possível graças às metodologias de desenvolvimento ágil de software. Elas dão aos profissionais as bases para criar ferramentas em um ambiente ágil, inteligente e alinhado com as expectativas do usuário. Assim, os softwares podem passar por constantes mudanças para sempre terem uma experiência de uso de ponta.

Gostou de saber mais sobre as metodologias ágeis? Para mais informações de como podemos ajudar seu negócio a implementá-las, entre em contato conosco!

Powered by Rock Convert

Desenvolvimento ágil: entenda o que é e por que usar o low-code

metodologias ágeisPowered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *