Powered by Rock Convert

Ao longo dos últimos anos, as organizações vêm sendo forçadas a encontrar novas maneiras para reduzir custos e equilibrar o orçamento. Isso está afetando os provedores de serviços de TI, que lutam para manter a competitividade no mercado. Uma das soluções para reverter essa situação é aumentar a produtividade no desenvolvimento de software sem perder a qualidade.

Mas, como fazer isso? Novas metodologias e tecnologias estão sendo adotadas para otimizar os processos e tornar as equipes altamente produtivas. Além disso, existem estratégias para otimizar o fluxo de trabalho e garantir que todos possam entregar os resultados esperados dentro dos prazos.

Para saber mais sobre o assunto e descobrir como elevar a produtividade no desenvolvimento de software com qualidade, leia este post até o fim.

Conheça as etapas do desenvolvimento de um software

O processo para o desenvolvimento de um software obedece a uma série de estágios que seguem como um fluxo, de forma gradual. Conhecidas como o ciclo de vida do desenvolvimento de softwares, essas etapas incluem planejamento, desenvolvimento, teste, implementação e manutenção e atualização.

Contudo, só conhecer esses passos não é suficiente. É preciso saber exatamente o que fazer em cada um deles. Isso vai depender, é claro, de cada cliente e das especificações do software. Na sequência, veja como proceder em cada etapa para ter alta performance.

Planejamento

Sem o plano perfeito, considerando os pontos fortes e fracos do projeto, o desenvolvimento do software pode perder o sentido no caminho e gerar uma série de retrabalhos. Por outro lado, um planejamento bem-feito permite iniciar um projeto sem falhas e com foco, respeitando prazos e níveis de qualidade.

Aqui, deve-se abordar as funcionalidades que o software terá, os profissionais que participarão do projeto, os prazos, as metodologias e as tecnologias utilizadas nos processos e outros recursos necessários. O envolvimento do cliente é fundamental nessa fase do projeto.

Desenvolvimento

A etapa de desenvolvimento do software precisa contar com profissionais preparados e focados para evitar o desperdício de tempo em cada etapa.

O planejamento ajuda a resolver a maior parte dos problemas dessa fase, pois servirá como um guia para indicar o que deve ser feito em caso de atrasos motivados por falhas, por exemplo.

Mais uma vez, o envolvimento do cliente é importante para acompanhar se o que foi encomendado está sendo atendido em conformidade.

Teste

O aconselhável é dividir a fase de testes em subfases. Por exemplo, a cada novo código inserido, teste-o. Isso ajuda a eliminar o desperdício de tempo com a identificação de falhas posteriormente.

Se deixar para testar o software depois que inserir todos os códigos, qualquer falha levará tempo para ser localizada. Além disso, deixe o cliente participar dos testes para ele avaliar se está ficando como planejava e sentir a experiência que seu cliente poderá ter ao utilizá-lo pela primeira vez.

Uma boa forma de realizar testes é com o apoio de soluções automatizadas. Elas conseguem simular diferentes cenários de uso a partir de regras simples e registrar todos os problemas encontrados. Como consequência, o time poderá dedicar-se com mais afinco a processos críticos e a empresa conseguirá gerar produtividade no desenvolvimento de software.

Implementação

Uma vez que o software foi desenvolvido, a etapa de implementação vem a seguir. O ideal é que o produto passe por uma bateria de testes feita pelo cliente e seus colaboradores a fim de localizarem bugs (falhas). Se estiver tudo certo, é só marcar a data de lançamento.

A comunicação aqui é algo muito importante. O time de desenvolvimento deve trabalhar lado a lado com o usuário. Por meio de feedbacks, problemas poderão ser encontrados e corrigidos rapidamente.

Manutenção e atualização

Agora é preciso estabelecer regras e procedimentos de manutenções e atualizações de tempos em tempos para se adaptar às mudanças de mercado.

Por mais eficiente que o software seja, muitos problemas só são conhecidos quando ele é entregue ao usuário. Portanto, ter uma política de avaliação e busca por vulnerabilidades é algo crítico.

Esse é um processo contínuo. O ideal é que ele seja apoiado em logs de uso. Desse modo, o time poderá identificar problemas com mais facilidade.

Utilize recursos para aumentar a produtividade

Bons recursos podem ter um papel de destaque para empresas que pretendem ter mais produtividade no desenvolvimento de software. Afinal de contas, os times terão o suporte necessário para executar as suas demandas com alta qualidade. A seguir, conheça quais podem ser implementados!

Abuse da comunicação e da coleta de informações

Cada encomenda possui uma necessidade diferente e, muitas vezes, são para atender mercados distintos. Isso torna essencial conhecer o cliente.

É preciso manter a comunicação aberta e estudar o negócio (público-alvo, concorrentes, produtos e serviços, fornecedores etc.) para ajudá-lo a desenvolver um software capaz de reforçar os pontos fortes, neutralizar os pontos fracos (riscos e ameaças) e aproveitar melhor as oportunidades.

Entender com máxima exatidão os problemas e desafios do cliente ajudará a aumentar a produtividade, pois evitará perda de tempo com retrabalhos.

Aplique o método de reutilização de códigos

Mesmo atendendo a mercados diferentes, muitos códigos podem ser reutilizados em vários softwares. Isso pode reduzir custos, gerar mais qualidade operacional e diminuir o prazo de todos os projetos da empresa, ou seja, consegue aumentar a produtividade no desenvolvimento de software.

Para não ter o trabalho de reescrevê-los repetidas vezes, forme um banco de scripts para armazenar todos os que tiveram suas funcionalidades testadas e aprovadas. Assim, sempre que precisar adicionar um código que já desenvolveu antes, basta recorrer ao banco de scripts. Os profissionais, naturalmente, devem ter conhecimento sobre o banco de dados, que também precisa estar organizado e corretamente classificado.

Isso permite eliminar o processo de ter que explicar e fazer a mesma coisa várias vezes. Ao mesmo tempo, torna o trabalho mais simples, aumentando a produtividade sem perder a qualidade.

Use uma plataforma de desenvolvimento

O desenvolvimento de softwares pode ser muito mais rápido, eficiente e econômico se tiver todos os processos centralizados em um único local. Recursos de comunicação integrada e ferramentas de teste, de rastreamento de falhas e de outras funções podem ajudar a acelerar o ciclo de desenvolvimento. Além disso, elas contribuem para reduzir o índice de erros, economizando tempo no processo.

Por isso, sempre busque investir em uma solução de desenvolvimento de sistemas. Uma boa ferramenta pode tornar o time mais integrado e reduzir custos. Ao mesmo tempo, criará o ambiente necessário para que entregas de resultados ocorram com rapidez e sem erros.

O ideal é que a solução seja feita por uma empresa especializada. Seus recursos precisam ser capazes de tornar mais simples a adoção de metodologias modernas. Junto a isso, precisam facilitar a distribuição de um software robusto e alinhado com as tendências do mercado.

Agregue escalabilidade ao projeto

Quando falamos em escalabilidade no desenvolvimento de softwares, nos referimos a duas direções: verticalmente, com o aumento de recursos e ferramentas, e horizontalmente, desenvolvendo coisas maiores e mais complexas.

O crescimento nas duas direções pode acontecer sem grandes investimentos por meio de uma plataforma de desenvolvimento hospedada na nuvem. Mesmo assim, a escalabilidade só será alcançada se houver várias equipes envolvidas e cada uma delas assumir a responsabilidade por suas funções.

Agregar a metodologia DevOps (Development and Operations) e a programação colaborativa são soluções que devem ajudar a engajar as equipes e acelerar o processo de desenvolvimento. A ideia é estabelecer métodos e padrões que visem simplificar os processos e não torná-los mais complexos.

Use o PaaS como ferramenta de apoio

O crescimento de adesões ao PaaS (Platform as a Service) se deve principalmente ao sucesso da utilização de IaaS (Infrastructure as a Service) no setor de TI. Nesse sentido, se você utiliza IaaS com sucesso, é natural adotar uma plataforma para desenvolver softwares, considerando a experiência.

O PaaS é capaz de fornecer um ambiente mais adequado para a criação de aplicativos e softwares, pois são pré-configurados e entregam ferramentas e recursos integrados no local. Nesse modelo, a empresa sempre terá acesso a uma solução atualizada e segura. Tudo isso sem ter que investir grandes valores.

Dessa forma, a plataforma ajuda a superar desafios comuns enfrentados pelas equipes de desenvolvedores. Os principais são:

  • integrar a infraestrutura de negócios com os sistemas legados;
  • reduzir a complexidade com uma abordagem gráfica, baseada em dados, para o desenvolvimento;
  • fornecer um melhor ROI (Return On Investiment ou Retorno Sobre Investimento, em uma tradução livre) ao capacitar pequenas equipes multifuncionais, incluindo desenvolvedores front-end e back-end para trabalharem em conjunto e com fluidez.

Use métricas para medir os resultados

Métricas de performance são ferramentas de gestão famosas. Apoiando-se nelas, o gestor pode identificar o progresso de cada etapa rapidamente. Além disso, consegue descobrir a origem de problemas e corrigir cada um rapidamente.

Por isso, além de adotar medidas para aumentar a produtividade, é importante monitorar e medir os resultados com frequência, para saber se elas estão realmente trazendo o retorno esperado. Quantitativamente, isso é fácil de fazer, uma vez que deve focar no aumento ou na retração do volume de trabalhos entregues em um determinado período de tempo. O problema é medir se a qualidade do que está sendo entregue é satisfatória.

Nesse caso, você pode analisar o número de linhas de códigos produzidas. Se você usa a metodologia ágil Scrum, pode considerar os pontos de cada score para isso. Como eles somente são validados após o teste dos códigos, fica mais fácil medir a qualidade.

Hoje, projetos de desenvolvimento de sistemas contam com vários desafios. A equipe deve se preparar continuamente para entender as demandas dos usuários e evitar riscos. Além disso, conflitos e erros precisam ser evitados e corrigidos rapidamente para não causarem um grande impacto.

Nesse sentido, investir em novas estratégias e tecnologias é crucial. A empresa conseguirá otimizar seus fluxos de trabalho e ter mais foco nas coisas importantes. Além do mais, maximizar a produtividade no desenvolvimento de software será possível sem que isso comprometa os resultados.

Seguindo essas dicas à risca, você conseguirá aumentar a produtividade no desenvolvimento de software sem comprometer a qualidade dos seus sistemas. Ao mesmo tempo, as equipes conseguirão tornar a empresa mais forte competitivamente e capaz de atrair novos negócios.

O que acha de começar agora? Fale com a gente e saiba como ter ferramentas incríveis à sua disposição para sempre ter alta produtividade!

Powered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *