Os profissionais que trabalham com UX Design precisam de ferramentas que correspondam à altura da relevância de sua profissão, que deve garantir a adequação de um projeto às necessidades dos usuários e, a partir de 2021, se tornou mais um dos critérios de ranqueamento do Google. Afinal de contas, as ferramentas de UX Design facilitam o trabalho e aceleram o desenvolvimento de cada uma das várias etapas da área.

Em outras palavras, se você já tem experiência na área, sabe que oferecer um maior nível de satisfação aos clientes por meio do design é um processo complexo, como testes A/B, teste de usabilidade e navegação, criação de protótipo etc. Assim, toda ajuda é bem-vinda, o que torna as ferramentas de UX Design essencial.

Pensando nisso, preparamos um post listando as principais ferramentas de UX Design, como cada uma delas funciona e como podem ser encontradas. Tem interesse no assunto? Então continue conosco!

Como funcionam as ferramentas de UX Design?

Saber utilizar adequadamente as ferramentas de UX Design faz parte das habilidades técnicas fundamentais para o profissional da área, o que envolve não apenas a dominância de softwares, mas também aplicações de projetos e gerenciamento de equipes.

Nesse sentido, saiba que existem diferentes tipos de ferramentas para as variadas necessidades, nível de habilidade, capacidade de investimento, estilo de ferramenta procurada etc. Ou seja, a melhor escolha de qual utilizar deve levar em consideração os questionamentos citados para uma tomada de decisão mais acertada.

Quais as principais ferramentas de UX Design?

Dito isso, é importante ficar de olho nas principais opções do mercado e pensar também nos critérios acima para decidir qual a mais útil para os seus interesses e necessidades.

Analytics

O Google Analytics é um dos softwares que analisa dados e auxilia no maior entendimento dos usuários que interagem em um site, para que seja possível desenvolver projetos de design considerando seus interesses e necessidades, além de avaliar o desempenho do conteúdo, marketing, produtos etc. Isso ocorre pela medição de tráfego e do comportamento.

O Google Analytics não é a única opção criada pelo Google que são aliadas do UX Design, o Google Optimize e Google Search Console também são úteis e podem fornecer insights essenciais. No primeiro caso, a plataforma realiza testes constantes em uma página com variadas combinações, para medir a receptividade dos usuários.

Enquanto isso, o Google Search Console é uma ferramenta que auxilia na melhor experiência do usuário ao avaliar o UX dos sites a partir do SEO do Google, como velocidade, capacidade de resposta, navegação segura, compatibilidade com dispositivos móveis etc. Tudo para que o site consiga um melhor posicionamento e consequentemente, mais visibilidade e chances de conversão. 

Hotjar 

Trata-se de uma ferramenta com funcionalidades semelhantes às desenvolvidas pelo Google e pode entender o comportamento, necessidade e sentimentos dos usuários de forma rápida, para que as páginas digitais consigam oferecer exatamente isso e aumentar a satisfação. 

Powered by Rock Convert

Para isso, o Hotjar coleta dados e mostra dados de calor com as interações dos usuários registradas nelas, o que facilita o encontro de possíveis erros em sites logo nas fases iniciais, além de contribuir para o maior entendimento da jornada do internauta na página, que pode ser atração, conversão, fechamento ou encantamento.

Além disso, a ferramenta também realiza testes A/B de forma ágil, que podem ser configurados no site em poucos minutos sem a necessidade de um editor visual. E ainda, existe a possibilidade de variar o teste de acordo com o dispositivo utilizado pelo usuário e o tamanho de tela, para que a aparência e usabilidade sejam otimizadas.

Adobe XD

O Adobe XD é uma ferramenta para UX Design muito conhecida e que pode ser bastante relevante para os profissionais da área. Afinal, ele possibilita a criação de layout de telas, wireless, protótipos interativos, interface de voz ou com controle de videogame etc. Assim, você conta com a mistura de diferentes elementos para entregar um projeto ao usuário alinhado com suas necessidades e interesses.

Além disso, outro benefício do Adobe XD é a integração com outras ferramentas da Adobe, como o Photoshop e After Effects, por exemplo, que são algumas das mais famosas na edição de imagens e produção de filmes. 

E ainda, outra qualidade do Adobe XD que merece ser contemplada é a capacidade de compartilhamento das interfaces para que os stakeholders realizem testes e deixem seu feedback diretamente na ferramenta para a posterior intervenção de melhorias. 

Sketch

Quem trabalha com UX Design não pode deixar de conhecer o Sketch, que é uma das ferramentas mais usuais do ramo, devido às suas inúmeras funcionalidades. Quer dizer, com ela é possível criar protótipos com diferentes elementos vetorizados disponíveis na própria plataforma, além de permitir de forma fácil a colaboração dos demais integrantes da equipe, o que torna o trabalho mais produtivo e ágil. 

Tudo isso pode ser utilizado de forma fácil e intuitiva, o que preenche ainda mais os motivos porque o Sketch é uma ferramenta queridinha dos designers na edição de vetores e no ajuste dos elementos em precisão de pixels.

UX Pin

Se a sua intenção é criar interfaces rapidamente e com uma enorme disponibilidade de elementos na sua livraria, o UX Pin pode ser a escolha certa. Além do mais, saiba que a ferramenta citada também é capaz de criar Design Systems, que oferece mais consistência ao design.

E ainda, assim como muitas das outras ferramentas para UX Design citadas, o UX Pin pode ser desenvolvido de forma colaborativa com os demais colegas de equipe, além de possibilitar a integração com outras plataformas, como o já mencionado Sketch e o Slack. 

Conseguiu entender mais sobre a importância e o funcionamento de algumas das principais ferramentas de UX Design? Adotá-las no dia a dia do trabalho e ter o domínio do seu uso pode otimizar os resultados no trabalho. Afinal, como dito anteriormente, a função conta com inúmeras etapas, o que torna essencial contar com esse tipo de auxílio.

Gostou do nosso artigo e quer continuar aprendendo mais sobre o assunto? Aproveite a visita para conferir também nosso post sobre material design!

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *