tecnologia da informação evoluiu drasticamente desde suas primeiras interações. Não apenas em questão de processamento ou ampliação de funções, mas principalmente na forma como é apresentada. Com a criação de uma boa interface gráfica do usuário, mais pessoas conseguiram usar computadores no trabalho e no dia a dia.

Hoje em dia, a qualidade da interface de um aplicativo é tão importante quanto sua funcionalidade. Por isso que, ao desenvolver um software, você deve investir também na qualidade da interface gráfica.

Para te ajudar a entender melhor o assunto, vamos explicar o que é uma interface gráfica do usuário e quais são as características mais importantes. Acompanhe.

O que é a interface gráfica?

De forma bem resumida, chamamos de “interface” qualquer sistema que permita a interação entre a máquina e o usuário. Toda a comunicação de um computador ocorre em código binário, que não é de fácil compreensão para um ser humano. Sendo assim, são criadas interfaces que adaptam esse código para uma linguagem mais humana.

Uma interface gráfica, por sua vez, é o tipo que usa símbolos e linguagem visual para estabelecer essa comunicação. Quando você toca em um ícone no seu celular ou clica em um link em um site, por exemplo, está fazendo uso da interface gráfica daquele sistema para poder acessar a informação que precisa dentro da máquina.

Quais são as características de uma boa interface gráfica do usuário?

A qualidade da interface do usuário faz uma grande diferença em sua experiência de uso. Você provavelmente já teve dificuldade usando aplicativos que não possuem um design pensado para o usuário.

Se você quer desenvolver softwares com melhor experiência do usuário, siga estes princípios:

Adaptabilidade

Quando o usuário comete algum erro ao interagir com o seu software, é importante que ele tenha um feedback sobre o que fez errado ou mesmo uma correção automática do seu erro. 

Digamos que o usuário usa uma ferramenta e pesquisa para encontrar uma funcionalidade ou arquivo dentro do sistema, mas troca um dígito na barra de busca ou usa um termo diferente. Se o aplicativo não for adaptável, ele não vai responder a uma mensagem incorreta.

Uma solução seria adicionar um corretor, oferecer uma resposta aproximada ou ter vários termos relacionados ao mesmo objeto de busca. Dessa forma, o usuário encontra o que precisa mais rapidamente.

Atratividade

Mesmo que o visual não seja a prioridade para o aplicativo, uma boa interface gráfica do usuário precisa ser minimamente atrativa aos olhos. Isso inclui o uso de cores e formas que não cansem a vista, imagens de qualidade adequada, uma identidade visual forte, entre outras coisas do tipo. Além de contribuir com a impressão que seu software passa, também é uma forma de torná-lo mais reconhecível quando visto pelo público.

Clareza

A prioridade para qualquer aplicativo sendo desenvolvido hoje é sua clareza de uso e de suas informações. Quando o usuário clica em um ícone ou insere um comando, o ideal é que ele saiba exatamente o tipo de resposta que terá. E boas interfaces também permitem que essa compreensão ocorra em menos tempo.

Compreensão

Como a tecnologia digital é amplamente distribuída hoje, é comum encontrar usuários que se adaptam rapidamente a todo tipo de software. Porém, ainda existem muitas pessoas que têm dificuldades para compreender toda a informação na tela. Quando cometem algum erro, pode ser difícil descobrir o que precisam mudar.

Uma boa interface gráfica do usuário também deve incluir algum feedback para determinadas ações, especialmente quando o usuário comete um erro. Além disso, também deve haver alguma orientação sobre qual é a ação correta a ser tomada após esse erro.

Consistência

A medida que os usuários se familiarizam com o seu software, eles também vão começar a entender qual a linguagem visual da interface. Por isso é importante manter essa mesma linguagem em todos os aspectos do design.

Digamos, por exemplo, que você usa um símbolo “+” para adicionar objetos a listas em quase todos os aspectos do seu software. Porém, em um contexto, ele “+” passa para a próxima página de um conteúdo. Essa inconsistência na sua linguagem pode causar confusão e dificultar a experiência do usuário.

Eficiência

Uma boa interface gráfica do usuário deve ser prática e direta, comunicando tudo que o usuário precisa saber com o mínimo de esforço. Informação em excesso apenas desorienta seu usuário.

Familiaridade

Quando falamos em uma interface intuitiva, o que estamos nos referindo na verdade é um modelo que segue certas convenções de design. Ou seja, o seu software possui algumas funcionalidades comuns que todo usuário espera que ocorram da mesma maneira. Por exemplo, ao acessar um site, você espera que clicar na logo te leve de volta à página principal. Quando isso não ocorre, você terá que buscar uma rota alternativa, o que pode ser mais demorado.

Objetividade

Na maioria dos casos, uma orientação direta é mais útil do que informação detalhada e exaustiva. Concentre-se em entregar tudo que o usuário mais precisa saber, sem dificultar a sua compreensão.

Que outros tipos de interface do usuário existem?

A interface gráfica do usuário é apenas uma das opções disponíveis, além de ser a mais comum. Porém, você pode fazer uso de outras em determinados contextos. As principais delas são:

Linha de comando

É a interface original usada para interagir com a máquina. Ao invés de gráficos, tudo é comunicado com linhas de código, comandos e respostas de texto do computador. Pessoas que trabalham com programação são bem familiarizadas com esse modelo.

Interface de voz

Um dos principais avanços da tecnologia foi a capacidade de interagir com a máquina por voz. Algo que melhorou a acessibilidade desses recursos para pessoas com deficiência.

Cérebro-computador

Ainda em desenvolvimento, esse tipo de interface foi criada para permitir o controle de certos comandos usando ondas cerebrais. Sua principal aplicação hoje é no controle de próteses mecânicas.

Criar a melhor interface gráfica do usuário para o seu software é um passo importante para seu sucesso e maior satisfação. Seja ele para uso interno na empresa ou para interagir com o público.

Se você quer facilitar o desenvolvimento dos seus aplicativos, entre em contato com a Cronapp e conheça nossa plataforma de desenvolvimento com interface gráfica!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.